Luís Pixica: “Resgatamos a cultura santarena, que estava sem história”

“Nós valorizamos nossa cultura e principalmente gerimos o recurso público de forma responsável”, disse o ex-Secretário

Afazeres profissionais fizeram com que Pixica entregasse o cargo

O advogado Luís Alberto Figueira, o popular “Pixica”, esteve no estúdio da TV Impacto e na redação do Jornal O Impacto, ocasião em que anunciou seu afastamento da Secretaria de Cultura do Município de Santarém, bem como falou sobre ações culturais em Santarém.

“Obrigado por mais essa oportunidade de aqui estar para conversar sobre cultura de Santarém, sobre o apoio que a Prefeitura está dando a todos os segmentos culturais. É importante a gente poder ter esse meio de comunicação com credibilidade para prestar essas informações e eu aqui fui convidado para dizer que este ano teremos novamente o nosso Réveillon na orla da cidade e em Alter do Chão. Trabalhamos para que isso aconteça dentro da normalidade, como sempre aconteceu durante a gestão do prefeito Nélio Aguiar. Nós contratamos as bandas que participarão, dentre elas Amazon Beach que vai voltar a Santarém para fazer esse evento, uma vez que foi uma das atrações do Sairé e muito bem aceita pelo público. Teremos, também, alguns grupos locais, dentre eles a Banda 5ª Dimensão, que se apresentará na orla de Santarém, onde teremos a queima de fogos, que é uma tradição. Enfim, estamos trabalhando para que se realize e conclua esse ano de 2018 de forma satisfatória na área Cultural de Santarém”, informou.

EXONERAÇÃO DA SECRETARIA DE CULTURA: Luís Pixica se reportou com relação ao ano de 2019, se a Secretaria já tem algum projeto para lançar, bem como anunciou sua saída do governo Nélio Aguiar: ”Nós estamos trabalhando neste ano de 2018 para 2019. Já realizamos a primeira reunião para conseguirmos algum recurso para o Sairé, conversamos com empresas especializadas para que possamos captar recursos através da Lei Rouanet, que foi aprovada no ano passado para que em 2019 tenhamos um Sairé com recursos de patrocinadores, aliviando dessa forma os cofres públicos. Enfim, já começamos a trabalhar para 2019. Infelizmente não será mais eu quem estará à frente desses eventos e dessa Secretaria, porque tomei essa decisão de pedir exoneração do cargo de Secretário de Cultura. Sobre essa exoneração, conversei com o Prefeito de forma tranquila, sem trauma algum. Nós saímos por uma questão exclusivamente profissional. Todos sabem que eu sou advogado e estando Secretário eu não posso advogar, por ser impedido por força de lei. Então, a gente já tinha assumido alguns compromissos anteriores e esses compromissos agora nos forçaram a pedir exoneração do cargo, para que possamos advogar. Mas isso não significa dizer que nós estaremos fora do progresso santareno, sempre estaremos em busca do crescimento de Santarém, especialmente pelo crescimento cultural de nosso Município. Mesmo fora do cargo nós estaremos trabalhando para ajudar o governo Nélio Aguiar a fazer uma boa gestão e que o povo tenha realmente a valorização cultural”, declarou.

VALORIZAÇÃO DA CULTURA SANTARENA: Para deixar mais evidente sobre o trabalho que você desenvolveu e que nós temos acompanhado de perto à frente da Secretaria de Cultura, gostaríamos que você fizesse um balanço, não como forma de crítica, de como você encontrou a Secretaria e como ela se encontra nos dias hoje, com o resgate de alguns eventos que estavam para desaparecer, como o Sairé e o carnaval.

“Sem nenhuma crítica, sem nenhuma vaidade, longe dessa prepotência, qualquer que seja, mas quero dizer que nós encontramos a Secretaria de Cultura sem computador, portanto, sem história. O que tinha sido feito nós começamos do zero e aí nós conseguimos implementar algumas coisas que melhoraram. Isso não digo por vaidade, eu digo por realidade dos fatos, nós conseguimos valorizar nossa cultura e principalmente gerir o recurso público de forma responsável. Eu lembro que no ano passado, logo quando assumimos, nós tivemos um embate com a questão do carnaval. Todos sabem que o carnaval se realizava lá na orla e a gente sempre foi contra essa realização nesse local, em virtude de vários prejuízos, não só para a população, mas para o ambiente. Todos sabem que ali eram jogadas latinhas e garrafas dentro do rio Tapajós por ocasião do carnaval, as pessoas não usavam banheiro químico e faziam suas necessidades nas portas das lojas, aquele local ficava quase uma semana interditado por conta das arquibancadas prejudicando o estacionamento dos carros. Enfim, dava um grande prejuízo para todo povo de Santarém e aí nós sugerimos ao Prefeito essa mudança, e graças a Deus hoje nós podemos perceber que nossa decisão estava correta. Foi um excelente carnaval em 2017 e nós já realizamos o carnaval em 2018 sem ter que patrocinar ou dar dinheiro para os blocos, nós cortamos esse tipo de assistencialismo e fizemos com que os blocos pudessem se manter por eles mesmo. Isso foi bom, pois eles já estão trabalhando para o carnaval de 2019, A Libes é uma associação que vem crescendo a cada ano, com responsabilidade e nós aqui estamos para orientar. Eu quero dizer que o mais importante de tudo isso foi a política cultural implantada, nós conseguimos implantar em Santarém e instalar dois conselhos fundamentais para este segmento, que são o Conselho Municipal de Cultura e o Conselho de Patrimônio Histórico; esses conselhos ficarão para a eternidade. Eu saio da Secretaria, mas continua este legado. Eu acho que nós fizemos um bom trabalho, pois formamos uma equipe que se uniu para que pudéssemos ter esse resultado. Na nossa equipe da cultura temos pessoas altamente competentes, que nos ajudaram a fazer esse trabalho, portanto, este legado que nós vamos deixar não vai ficar por aí, nós precisamos ainda concluir um grande sonho que é a construção do nosso Teatro. Eu, no ano passado, tive a oportunidade de conversar com o deputado José Priante, que se reelegeu, inclusive está compromissado conosco para alocar recursos para construção deste Teatro Municipal de Santarém e eu tenho certeza que vai acontecer. Eu fico muito feliz, saio de cabeça erguida, na certeza da missão cumprida, mas jamais me recusarei em ajudar o povo de Santarém, minha terra onde eu nasci, que quero que prospere de forma organizada e que todo mundo se respeite. Eu acho que, quem vier me suceder, terá todo um encaminhamento, pois estamos deixando a Secretaria de forma planejada, com o calendário de eventos Municipal e que não tínhamos ainda. Tenho certeza que quem assumir terá um norte para seguir e o governo Nélio Aguiar, através do próprio Prefeito, tem demonstrado seriedade. Isso é fundamental em qualquer governo e aqui eu falo sem precisar puxar saco, sem precisar estar querendo agradar o Nélio, mas eu falo com toda sinceridade, que o prefeito de Santarém tem trabalhado e se dedicado de forma responsável e isso para mim é muito importante. Eu desejo a ele toda sorte do mundo, agradeço a confiança e digo que estarei sempre à disposição, se preciso for de minha sugestão, de meu trabalho, da dedicação, para que Santarém possa ganhar. Não estou aqui para agradar políticos ou segmentos de quem quer que seja, mas para desenvolver Santarém. Estarei sempre à disposição para ajudar esta terra a crescer, ser feliz, ser tranquila e ser de paz”, finalizou Luís Alberto Pixica.

Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *