Famílias de Mojui dos Campos serão beneficiadas com obras de saneamento, através de emendar do deputado Chapadinha

A prefeitura de Mojuí dos Campos finaliza até o maio deste ano a entrega de 106 Módulos Sanitários Domiciliares (MSDs), que são banheiros com infraestrutura padrão que estão sendo construídos nas casas das famílias, com recursos da Fundação Nacional de Saúde do Pará (Funasa/PA) em 2018, liberados com o apoio do deputado federal Chapadinha.

MSDs são estruturas compostas de chuveiro, instalação elétrica, banheiro, tanque séptico, sumidouro (poço absorvente), instalações de reservatório domiciliar de água, tanque de lavar roupa, lavatório e pia de cozinha, com adaptações para serem ligadas à rede pública de água e esgoto, quando disponíveis, ou à fossa séptica. Cada local ficará devidamente equipado para garantir higiene aos usuários, preservação ao meio ambiente e prevenção a doenças.

 “Nos Municípios um banheiro interligado diretamente ao sistema de esgoto com toda essa estrutura é considerado muito importante. Estamos lutando para que todas as famílias possam ter acesso a esse tipo de construção”, disse Chapadinha .

“Olha eles vieram aqui, junto com o agente comunitário de saúde, ai me escrevi, ai passou algum tempo para eles chegarem, até eu não acreditava, mas graças a Deus aconteceu. Eles um dia chegaram aqui em casa e vieram dizer pra mim que já ia começar a construção do banheiro um dia de segunda-feira”, Irineu Paulo Santos, acrescentou à reportagem.
“Eu me sinto feliz, eu não tenho condições de fazer um banheiro desse, o anterior era de madeira. Então realmente me sinto feliz, gostei e achei bom”, finalizou.
Irineu, que mora com a esposa e um filho de vinte e três anos.
O programa de MSD, é um projeto da FUNASA, SUS, Ministério da Saúde e supervisão da Prefeitura de Mojui dos Campos através da Secretaria Municipal de Saúde.
O coordenador de endemias no Município, Lindomar Santos, informou os bairros que serão atendidos pelo programa MSD.
Alto Alegre com 18 unidades.
Esperança com 17 unidades.
Vila Nova com 15 unidades.
Cidade Alta 1 e 2 com 56 unidades.
O Programa de MSD tem como objetivo, implantar soluções individuais e coletivas de pequeno porte, com tecnologias apropriadas. Contribuir para a redução dos índices de morbimortalidade provocados pela falta ou inadequação das condições de saneamento domiciliar.
Dotar os domicílios de melhorias sanitárias, necessárias à proteção das famílias e à promoção de hábitos higiênicos.

Fonte: RG 15/O Impacto e Blogdocarpê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *