Capitania Fluvial de Santarém intensifica fiscalizações para o uso de coletes salva vidas

O colete salva vidas é um equipamento de uso individual para ser utilizado em situações de emergência. Destaca-se também para a utilização de coletes homologados pela Marinha do Brasil.

Seu uso é obrigatório em embarcações miúdas chamadas de “bajaras”, lanchas pequenas e motoaquáticas.

As pessoas ainda insistem com a cultura do risco da não utilização, no qual poderá ocorrer uma fatalidade pelo não uso do mesmo.

A CFS tem mantido um trabalho diuturno de fiscalizações para combater essa cultura de risco e tem também feito doações de coletes aos ribeirinhos mais carentes, que não tem condições financeiras para aquisição de um colete e vem intensificando as fiscalizações, principalmente visando a salvaguarda da vida humana e a segurança da navegação.

Para combater também a cultura do risco, desde 12 de abril de 2018, uma das medidas que CFS adotou para combater a cultura do risco foi de ir às escolas municipais com o projeto ” a segurança da navegação nas escolas, para fomentar nas crianças à importância da segurança da navegação e principalmente a importância do uso de coletes, além de palestras de prevenção ao escalpelamento.

A criança será multiplicadora dessa conscientização, ela cobra dos pais, irmãos, colegas, no qual esperamos um futuro sem ocorrências de acidentes fatais por falta do uso de coletes, ou seja, um investimento para um futuro melhor.

Assim, como o uso do cinto de segurança está para o carro, o uso do capacete está para moto, o uso do colete salva vidas está para as embarcações, principalmente com o seu uso permanente em embarcações miúdas, como ” bajaras”, lanchas pequenas e motoaquáticas.

No último final de semana várias abordagens foram realizadas nas pequenas embarcações para verificação do uso do colete salva vidas.

Segurança da navegação, todos somos responsáveis!!

A Marinha do Brasil ressalta a importância da população participar ativamente nesse esforço de fiscalização, informando qualquer situação que possa afetar à segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico.

A Capitania Fluvial de Santarém possui uma base de Inspeção durante 24 horas e qualquer informação que afete a segurança da navegação deve ser passada para nós, por meio dos telefones (3522-2870). Existe também o telefone 185, para emergências marítima/fluvial.

Fonte: RG 15/O Impacto e Marinha do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *