Coluna Impacto Ed. 1234

BRIGA PELO PODER

Depois que o TRE decretou por unanimidade a perda do mandato do vereador Silvio Amorim (PSC), por infidelidade partidária, a briga para saber quem vai ficar com a vaga está acirrada. O primeiro suplente da coligação formada por cinco partidos (Podemos, PSL, PTC, PMN e Solidariedade), Alexandre Maduro, pleiteia a vaga, pois acha que pertence à coligação. Por outro lado, o 1º suplente do PSL, Jackson Ferreira, está confiante de que a vaga remanescente é do partido e será ocupada por ele. Porém, Silvio Amorim, através de seu advogado, entrou com recurso junto ao TSE. A briga pelo poder está formada.

DROGA À VONTADE

Muitas denúncias chegaram à Coluna informando que no calçadão da orla da Avenida Tapajós e às proximidades do Museu João Fona, em Santarém, está rolando livremente muita venda e consumo de drogas, pela parte da noite. Principalmente droga sintética. Apesar de existir um posto da Polícia Militar na Praça de São Sebastião, os traficantes conseguem vender seus produtos. A investigação tem de ser mais rígida e punir essas pessoas.

PRÉDIO ABANDONADO

O prédio que abrigou o PM BOX da Grande Área da Nova República virou ponto de mototaxistas não credenciados. Para moradores das proximidades, o prédio deveria ser utilizado em benefício de todos. Uma moradora sugeriu à reportagem de O Impacto, que a Prefeitura de Santarém transforme o local em uma sala de informática para atender crianças e adolescentes.

RIFA SOLIDÁRIA

O jornalista Milton Correa, nosso colega de jornal e da imprensa, está passando por um problema de saúde e seu tratamento necessita de dinheiro. A Ceb “Caminheiros na Fé “da Paróquia Cristo Libertador, está promovendo uma rifa beneficente com vários prêmios, para ajudá-lo no seu tratamento. O preço da rifa é R$ 5,00, sendo que o sorteio será no dia 02 de fevereiro, na Praça da Igreja Cristo Libertador, no bairro da Interventoria, às 17h30. Vamos fazer essa boa ação, para uma pessoa que merece.

CARNALTER

A exemplo da zona urbana, a Prefeitura de Santarém estará novamente no apoio ao Carnalter 2019 da Vila de Alter do Chão. No final da manhã de segunda-feira (21), os representantes do governo municipal, através dos secretários Luís Alberto Figueira (Cultura) e Diego Pinho (Turismo) reuniram-se com as lideranças da Assessoria Distrital e do Conselho Comunitário de Alter do Chão. Na pauta o pedido de apoio ao Município nos quatros dias de folia e o acordo em manter os dois pontos e modelos carnavalescos na Vila; na Praça Sete de Setembro, o Carnaval Cara Limpa e; na Praça do Çairé, o popular, mela-mela.

CARNALTER 2

Luís Alberto Pixica disse que a folia na Vila de Alter Chão é realizada nos quatro dias, mas o apoio do governo municipal está em dois. E para que possam realizar juntos os quatro dias, ele sugeriu aos organizadores a participação da iniciativa privada. Para isso, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo, lançou ontem, quinta-feira, o Edital Primeira Chamada Pública, que trata sobre contratação de empresa para a execução de Abertura do Carnalter 2019, que acontecerá no dia 02 de março, na vila Balneária de Alter do Chão, que é uma comunidade do mundo. A cada evento de grande porte há sempre mais visitantes de outros municípios, cidades e países, por isso a Prefeitura precisa sempre dar maior atenção.

INVASÃO DA UFOPA

Dezenas de estudantes Universitários Quilombolas e Indígenas ocupam prédio da UFOPA – Campus Boulevard, localizado na Av. Mendonça Furtado, em Santarém. A ocupação começou na segunda-feira, dia 21 e não tem hora para terminar. A quilombola Gerciane Betcel, da comunidade Tiningú, diz que o motivo é a suspensão das bolsas escolares, pelo MEC, e está preocupada, pois são quase 20 bolsas quilombolas revogadas. A reitoria da UFOPA diz que o MEC criou novas diretrizes para a homologação das bolsas de auxílio aos estudantes indígenas e quilombolas. Por conta disso, houve bolsas bloqueadas de alguns alunos. No entanto, estão tomando as providências, estabelecendo normativas diante das novas exigências, para reativação do maior número possível de bolsas.

PROJETO BARÃO DO RIO BRANCO

O presidente da República, Jair Bolsonaro, prepara um decreto para a criação de um programa de desenvolvimento da Amazônia, considerado estratégico para o novo governo, pois a Amazônia é vista por militares como um ponto de vulnerabilidade nacional. Batizado de Projeto Barão do Rio Branco, o plano prevê a construção de uma usina hidrelétrica no Rio Trombetas, uma ponte sobre o Rio Amazonas, no município de Óbidos, e a conclusão da rodovia BR-163 [Santarém-Cuiabá] até a fronteira com Suriname, todos no estado do Pará. O decreto, segundo integrantes do Planalto, deve ser assinado ainda dentro do prazo de 100 dias da gestão Bolsonaro.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Uma das atribuições da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Santarém é o Licenciamento Ambiental. O setor é responsável pelo acompanhamento e controle ambiental dos empreendimentos em Santarém. Em 2017 foram realizadas 810 licenças, já em 2018 foram emitidas 1.576, um salto de 75,02%. Entre os tipos de licenças emitidas no ano passado estão: 1.359 Dispensas de Licenciamento Ambiental (DLA); 38 Licenças Prévias (LP); 59 Licenças de Instalação (LI); 103 Licenças de Operação e 17 Licenças Específicas (LE). Se a atividade estiver localizada em área rural, o proprietário poderá solicitar a Licença de Atividade Rural (LAR), sendo importante que o empreendedor rural já tenha tirado o CAR (Cadastro Ambiental Rural), expedido pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). Para agricultores familiares, o CAR pode ser conseguido de forma gratuita junto à Emater e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoreas Rurais de Santarém (STTR). A todos os empreendimentos de grande porte é necessário alcançar três tipos licenças: Licença de Instalação (LI), Licença de Prévia (LP) e finalmente a Licença de Operação (LO).

IMPACTANDO

Quatro crianças com quadro grave de pneumonia que estão internadas no Hospital Municipal de Santarém conseguiram vagas para serem transferidas para Belém. Um paciente é de Santarém, dois de Itaituba e um de Óbidos. * O trabalho infantil nas feiras e mercados de Santarém será combatido com rigor. A equipe das ações estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti) da Prefeitura, por meio da Semtras, reuniu-se na quarta-feira (23), no auditório do Restaurante Popular, com o secretário Bruno Costa; presidentes de associações de feirantes, mercados, vendedores ambulantes e Colônia de Pescadores Z-20 para levar orientações a respeito do trabalho infantil. * Nos primeiros 15 dias deste ano, 21 pessoas já deram entrada no Hospital Municipal de Santarém, vítimas de picadas de animais peçonhentos. O levantamento feito pelo setor de epidemiologia da unidade apontou que desse total, 16 casos são de pessoas picadas por cobras e 5 foram vítimas de escorpiões. * No período chuvoso a incidência de acidentes tende a aumentar, uma vez que os animais começam a procurar lugares mais secos para se abrigar, como dentro das casas. * Os atendimentos na agência do INSS em Santarém ficaram uma semana paralisados, devido a problemas no sistema. Pessoas que já haviam feito agendamentos foram atendidas, as demais terão de retornar na próxima semana. * Como forma de avançar na promoção e valorização dos artistas santarenos, bem como a contemplação da natureza, a Semtur realiza a 1ª ação do Projeto Pôr do Sol de 2019, nesta sexta-feira (25), no Terminal Fluvial Turístico (TFT), das 17h às 20h. * Um bom final de semana a todos os leitores da Coluna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *