Mais de 30 toneladas de pirarucu e jacaré são apreendidas em Óbidos

Agentes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Óbidos, no oeste do Pará, apreenderam duas embarcações pesqueiras com mais de 30 toneladas de pirarucu e jacaré.

O secretário adjunto, Ednildo Queiroz, informou que na quinta-feira (24) à tarde receberam uma denuncia de que uma geleira estava transportando pescado ilegal. Ao ser abordada a embarcação, foi verificado que estava tudo legal. Porém, por volta das 23;30 horas duas outras geleiras foram abordadas na frente da cidade, onde foi constatado que estavam transportando pirarucu e carne de jacaré ilegalmente. O pirarucu estava sem nota fiscal e a carne de jacaré é ilegal, pois trata-se de animal silvestre. Cada embarcação estava transportando mais de 15 toneladas.

Embarcações onde o pescado foi apreendido

O material apreendido está sendo distribuído, nesta sexta-feira (25) em vários bairros da cidade. As instituições e igrejas estão recebendo esse produto, que depois será distribuído às famílias. O trabalho de distribuição está sendo feito em parceria com a Polícia Militar, Polícia Civil, Força Nacional e outras instituições.

O Secretário ajunto da Semma de Óbidos informou que será lavrado um auto de infração para cada embarcação, que responderá pela totalidade de cada mercadoria que estava transportando. A carne de jacaré a multa será de R$ 500,00 para cada quilo. E do pirarucu será de R$ 700,00 por cada quilo. As embarcações são oriundas da cidade de Igarapé-Mirim, mas estava vindo da cidade de Coari (Amazonas).

Fonte: RG 15/O Impacto, com informações de Érique Figueiredo

Um comentário em “Mais de 30 toneladas de pirarucu e jacaré são apreendidas em Óbidos

  • 25 de janeiro de 2019 em 18:23
    Permalink

    Eu sinceramente sou contra essa atitude de apreensão do pescado, pois a maioria dos nossos rios e lagos são cheio de jacaré, e os ribeirinhos depende da venda do pirarucu para sobreviver.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *