Primeiro júri de 2019 termina com desclassificação de crime de feminicídio

Júri foi presidido pelo juiz Gabriel Veloso de Araújo.

O Júri Popular da Comarca de Santarém iniciou seus trabalhos na terça-feira (29/01) com uma desclassificação do crime de tentativa de feminicídio para lesões corporais graves.

O crime ocorrido há quase um ano (04/02/2018), no bairro da Área Verde, teve como réu Naelson Almeida Rodrigues, de 34 anos, que esfaqueou sua ex-companheira Janice Augusta Tavares Macedo, após uma discussão.

O promotor público Ramon Furtado pediu a condenação do réu por feminícidio e a defensora pública Adalgisa Campos, sustentou a desclassificação do crime, o que foi acatado pela maioria dos 7 membros do Conselho de Sentença.

O júri foi presidido pelo juiz Gabriel Veloso de Araújo que aplicou a pena de 02 anos e 06 meses de reclusão ao réu em regime aberto.

Assim, mandou expedir Alvará de Soltura para aguardar em liberdade possível recurso do MP em até 5 dias.

O próximo júri acontece amanhã e também será um caso de tentativa de feminícidio tendo como réu Lázaro Andrade dos Santos.

Fonte: RG 15/O Impacto e TJPA

Um comentário em “Primeiro júri de 2019 termina com desclassificação de crime de feminicídio

  • 30 de janeiro de 2019 em 08:41
    Permalink

    Isso esta errado e a vida que ele tirou nao conta ou nao pesa dois anos por mata uma mae de família ele praticamente vai responder em liberdade isso nao e justo

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *