Advogado morre após sofrer infarto em audiência na Justiça Federal de Santarém

O advogado e músico José Delson Oliveira e Souza passou mal na tarde desta quinta-feira (7), no momento que participava de uma audiência nas dependências do prédio da Justiça Federal de Santarém.

Segundo informações, ele chegou a receber massagem cardíaca no local, posteriormente foi encaminhado ao Pronto Socorro Municipal (PSM), mas infelizmente veio a óbito em decorrência de parada cardíaca.

Delson Oliveira e Sousa tinha 66 anos, era formado em Direito, onde atuava há mais de 20 anos. Ele também era um dos maiores incentivadores da nossa cultura, sendo proprietário da Banda Styllus, bem como se apresentava nas noites junto com seu amigo Caetano. Até agora não sabemos onde será o velório, mas a família está tomando as providências, e seu sepultamento deve acontecer nesta sexta-feira, dia 08.
O presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, em Santarém, Dr. Ubirajara Bentes de Sousa Filho, está acompanhando os procedimentos no Hospital Municipal de Santarém, ao lado da família de Delson Oliveira.

Matéria em atualização

RG 15 / O Impacto

9 comentários em “Advogado morre após sofrer infarto em audiência na Justiça Federal de Santarém

  • 8 de fevereiro de 2019 em 12:04
    Permalink

    Meus sentimentos a familia e amigos do Delson que Deus conforye o CORAÇÃO de todos. Descanse em paz Delson

    Resposta
  • 8 de fevereiro de 2019 em 07:53
    Permalink

    O Delson foi meu colega de trabalho quando estive no Banco do Brasil em Santarém, nos anos1991/93, além de ser irmão do Sebastião Hugo e da Suely, também colegas do BB. Pessoa do meu mais alto apreço.
    Descanse em paz amigo, que Deus o acolha em seu reino e dê conforto a todos da família.

    Resposta
  • 8 de fevereiro de 2019 em 02:39
    Permalink

    Eu cheguei a ser cliente desse grande homem, um cara extremamente profissional ,um cara amigo, um ser humano que infelizmente se foi e com certeza deixará saudade ,vá com Deus meu herói, devo muito a vc ,obrigado obrigado e obrigado

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2019 em 22:53
    Permalink

    Dr. Delson foi aquele advogado profissional. Tive a félicidade de compartilhar os espaços da Justiça com ele nas Comarcas de Faro e Terra Santa onde atuei. Bons tempos. Muita reciprocidade e respeito. Meus sinceros sentimentos a Família e amigos próximos. Recebi com pesar a notícia. Caio Marco Berardo Juiz de Direito

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2019 em 20:01
    Permalink

    Brasil, país onde pagamos nossos impostos, como a palavra mal diz.
    Perdemos uma das pessoas que junto com o Caetano, nos finais de semana, nos tiravam de casa pra irmos ao baile.
    Ele cantará pra Deus e anjos e fica a saudade de um guerreiro.
    Até breve irmão.

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2019 em 19:29
    Permalink

    Pessoa amiga, advogado e excelente músico, tive o privilégio de conhecer o Delson, descanse em Paz e que Deus conforte seus familiares….

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2019 em 18:53
    Permalink

    Um senhor de 66 anos,um advogado,um músico,e nós estamos vendo o governo federal querendo que as pessoas trabalhem 40 anos e se aposentem com que idade? Descansa amigo e que Deus conforte seus familiares e amigos,joni garske vieira especialista em educação e correspondente da Radio Clube do Pará em Barcarena

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2019 em 18:25
    Permalink

    Muitos dizem que a pessoa só é boa quando morre mas a Delson era sim um ser especial, remanescente do bairro da Aldeia. Morre o homem, fica sua história.

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2019 em 18:08
    Permalink

    A sociedade santarena perde um grande cidadão acima de tudo pessoa muito querida na sociedade e seus familiares

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *