Morre José Cândido de Araújo, o lendário “Zé Arara”, o rei do ouro

Vídeo em homenagem aos garimpeiros.

Faleceu na manhã desta segunda-feira, dia 11, em Florianópolis-SC, o senhor José Cândido de Araújo, o lendário “Zé Arara”, encerrando sua trajetória hollywoodiana. Maranhense de Santa Quitéria, mas que criou sua grife em Itaituba, no Pará, tornando-se o maior comprador de ouro da história do Brasil. Centenas de kg do metal precioso por dia. Coisa de ir a São Paulo, de jatinho, pela manhã, e devido ao volume de negócios, voltar no mesmo dia à “Cidade Pepita”, apesar de ter um confortabilíssimo apto na megalópole “Cidade da Garoa”.

Chegou a possuir muitas aeronaves pequenas. Comandou, por muito tempo, o famoso Garimpo Patrocínio, um dos maiores da região. Implantou o hotel “Pousada das Araras”, na paradisíaca Parnaíba-PI. Na inauguração, no fim dos anos 80, levou vários amigos de Itaituba, em seus aviões. Os que iam em outros, na rota, em escala, bastava dizer: “Sou convidado do Zé Arara”. Pronto. Combustível liberado.

Em sua história empresarial, ajudou muita gente a levantar um patrimônio considerável. Digamos que foi “pai de muitos”. Excêntrico, porém, com um grande coração.

Nas décadas de 60, 70 e 80, o aeroporto de Itaituba foi um dos mais movimentados do Brasil, em termos de aeronaves pequenas.

Fonte: RG 15/O Impacto e Luís Henrique Santos de Macedo

Um comentário em “Morre José Cândido de Araújo, o lendário “Zé Arara”, o rei do ouro

  • 11 de fevereiro de 2019 em 22:29
    Permalink

    Grande Ze arara, tive o prazer de conhecer lo, um grande amigo! Meus pêsames a família! Realmente uma perda irreparável.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *