Trabalho infantil e poluição sonora serão combatidos com rigor nas feiras de Santarém

Secretário Bruno Costa disse que feiras do Aeroporto Velho e Porto dos Milagres serão reorganizadas e receberão fiscalização intensiva

A Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap) reuniu com representantes das feiras do Aeroporto Velho e do Porto dos Milagres, do Uruará, para discutir juntamente com vários órgãos e autoridades do ramo o ordenamento e a fiscalização das feiras. A iniciativa visa melhorar o funcionamento nos locais e combater a ocupação irregular do espaço público.

Além da Semap, representada pelo secretário Bruno Costa, participaram também representantes da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT), Infraestrutura (Seminfra), Assistência Social (Semtras), Meio Ambiente (Semma). Também participaram a Associação de Produtores Rurais de Santarém (Aprusan), Vigilância Sanitária, Colônia de Pescadores Z-20, Polícia Militar  e Câmara Municipal de Santarém, representada pelo vereador Jandeilson Pereira.

O objetivo da reunião foi traçar estratégias conjuntas quanto a organização nas feiras do Aeroporto Velho e do Porto dos Milagre, no Uruará. Algumas irregularidades ainda são presentes neste locais Dentre as principais: a não adequação das bancas,  trabalho infantil, poluição sonora, manipulação de alimentos, etc.

“É um momento de discussões para alinharmos a organização nessas duas feiras aqui no município. O nosso objetivo principal enquanto município é dialogar. Sabemos que se nós conseguirmos organizar as feiras para que eles possam estar dispostos nos seus devidos lugares, com certeza, o local ficará mais acessível aos consumidores. Ou seja, queremos melhorar acessibilidades aos locais, combater a irregularidade e cumprir o que está na legalidade”, explicou o titular da Semap, Bruno Costa.

O coordenador do núcleo de base do Uruará, Jean Costa, destacou a importância da reunião. “Foi muito útil. A reunião serviu para discutirmos estratégias que possam extinguir as irregularidades que infelizmente ainda existem nos dois locais. Esperamos que as fiscalizações possam acontecer o mais rápido possível”, pontuou.

Fonte: RG 15/O Impacto e Luan Rodrigues/Agência Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *