Médicos e residentes recebem capacitação sobre técnicas de microcirurgia no Hospital Regional

Na sexta-feira (22/02), médicos e residentes participaram do primeiro Curso de Técnicas Básicas de Microcirurgia ofertado pelo Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém (PA). O treinamento, com conteúdo teórico e prático, foi realizado no Laboratório de Neurocirurgia do Centro de Estudos e Pesquisas do HRBA, recém-inaugurado.

O objetivo do curso é mostrar aos participantes as possibilidades cirúrgicas alcançadas graças ao auxílio do microscópio. “Fizemos uma introdução ao mundo da cirurgia com microscópio, que é uma ferramenta a mais que temos para ajudar os pacientes. Realizamos vários exercícios de dissecções de vasos pequenos em aves. Isso os capacita a terem o primeiro contato com o microscópio e possibilita a pensarem em fazer cursos avançados na área, que é um recurso que aumenta o nosso limite fisiológico da visão”, explica o neurocirurgião do HRBA, Erik Jennings.

A iniciativa foi aplaudida pelos participantes. “Para nós, residentes, desenvolver a habilidade motora fina é muito importante para todos os campos cirúrgicos, como ortopedia e neurocirurgia, para termos uma motricidade fina mais apurada, o que vai facilitar no trato cirúrgico com os pacientes mesmo na macrocirurgia”, afirma o residente Luiz Saraiva.

CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS

Fruto de investimentos do Governo do Estado e da Pró-Saúde, foi inaugurado, no dia 13/02, o Centro de Estudos e Pesquisas (CEP) do Hospital Regional do Baixo Amazonas. O complexo conta com laboratórios, espaço para avaliação física e salas de aula e de reunião. “Esse laboratório realmente é pioneiro em nossa região. Alguns hospitais de Belém não têm essa estrutura que temos aqui para treinamento em técnicas microcirúrgicas, que é fundamental. Treinamos tanto residentes quanto profissionais, então é muito importante que o hospital tenha em sua estrutura um laboratório desse”, destaca o neurocirurgião Milton Bonny.

HRBA

O HRBA é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). A unidade atende a uma população estimada em mais de 1,1 milhão de pessoas, residentes em 20 municípios do Oeste do Pará.

PRÓ-SAÚDE

A Pró-Saúde é uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do País. Tem sob sua responsabilidade mais de 2.068 leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, sendo 2,9 mil médicos, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, em especial do SUS. Com excelência técnica e credibilidade nacional, é uma Organização Social de Saúde (OSS) que oferece uma gama de serviços em benefício da vida. A atuação na área de administração hospitalar tornou a entidade amplamente reconhecida no setor e permite que a Pró-Saúde ofereça a mesma qualidade em assessoria e consultoria, planejamento estratégico, capacitação profissional, diagnósticos hospitalares e de saúde pública, gestão de serviços de ensino e muitos outros.

A atuação da Pró-Saúde, entidade sem fins lucrativos, se alinha aos esforços da sociedade para o aperfeiçoamento dos serviços públicos de saúde. Como organização alicerçada na ética cristã e na vasta experiência católica de trabalho social, voltada aos mais diversos públicos, nas mais distintas realidades, a Pró-Saúde prima pela valorização da vida e pela defesa das condições essenciais para o desenvolvimento das pessoas.

Fonte: RG 15/O Impacto e Joab Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *