Mina de ouro subterrânea entre Novo Progresso e Altamira vai gerar mais de 300 postos de trabalho

Apesar de a referência imediata ser Novo Progresso, é o município de Altamira quem diretamente vai se beneficiar da arrecadação de taxas, impostos e compensação financeira pela lavra do ouro.

Já estão em apreciação por analistas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) do projeto de mineração de ouro Coringa, assinado pela multinacional Chapleau Exploração Mineral Ltda. A reportagem teve acesso exclusivo aos relatórios entregues no final do mês passado e analisou o Rima de 47 páginas elaborado pela consultoria Terra Meio Ambiente. A boa notícia é que, se o licenciamento passar, o projeto Coringa vai abrir 348 postos fixos de trabalho na operação e, antes disso, quase 500 empregos temporários durante a etapa de implantação.

Na segunda-feira (25), a reportagem folheou a ruma de páginas dos documentos que já estão com a Semas e constatou que a mineração vai ocorrer nos limites entre os municípios de Novo Progresso e Altamira, no coração da Amazônia paraense. O projeto Coringa — geologicamente localizado no distrito aurífero do Tapajós — pretende lavrar ouro em minas subterrâneas, com previsão de instalação de planta de beneficiamento com capacidade para processamento de 167.900 toneladas de minério que contenham ouro e, ainda, prata.

A área industrial do empreendimento será composta pela planta de processamento e instalações auxiliares, como escritórios, oficina, subestação de energia, pátio de geradores, tanques de combustível, tanques de armazenamento e distribuição de reagentes.

IMPACTOS AMBIENTAIS

De acordo com análise da Terra Meio Ambiente, durante a instalação do projeto Coringa, estão previstas supressão de vegetação e terraplenagem, visando à implantação do sistema de drenagem e às construções de canteiro de obras e das estruturas fixas para a operação da lavra subterrânea. Essas medidas resultarão em redução significativa da vegetação.

Já na instalação e operação, haverá transporte de equipamentos, insumos e pessoal, bem como abertura de vias internas e utilização de explosivos. Com isso, serão aumentados os fluxos de maquinários e veículos, e haverá intensa geração de ruídos. Esse conjunto de atividades e alterações da paisagem, segundo descreve a consultoria, causará afugentamento de fauna e colocará os animais silvestres em risco de morte por atropelamentos. No tocante a plantas e animais aquáticos, poderá haver perda ou morte devido à possível alteração da qualidade da água nos igarapés, ocasionada por erosão, captação ou descartes de efluentes.

Fonte: Blog Zé Dudu

17 comentários em “Mina de ouro subterrânea entre Novo Progresso e Altamira vai gerar mais de 300 postos de trabalho

  • 7 de abril de 2019 em 10:22
    Permalink

    Gostaria de uma vaga de emprego sou técnica de edificações. Gostaria de uma oportunidade.

    Resposta
  • 14 de março de 2019 em 13:06
    Permalink

    Preciso de um trabalho só daqui de Altamira já trabalhei na barragem de Altamira Pára do Belo Monte tenho em experiência em carteira de trabalho como auxiliar de almoxarifado 93991958oo7 esse da minha mãe agora é o meu 66999419925 esse é dó zap

    Resposta
  • 3 de março de 2019 em 11:45
    Permalink

    Deus abençoa que der certo pos tem muitos pais de família desepregos eu mesmo quero um trabalho de auxiliar de serviços gerais pos tenho experiência com sertificado meu telefone 091991387979

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 12:27
    Permalink

    Queria saber quanto começa a inscrição desse projeto eu estou desempregado eu queria me encaixar numa vaga

    Resposta
  • 28 de fevereiro de 2019 em 11:07
    Permalink

    Gostaria de saber qui dia vão começa a contratar?e onde devo entregar o currilo?

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 23:56
    Permalink

    Gostaria de saber como faço pra mandar currículo pra ter uma oportunidade de emprego

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 22:13
    Permalink

    Quais as oportunidades oferecidas? Como enviar curriculum?

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 22:03
    Permalink

    Gostaria de saber ser quando vão começar pegar currículos.

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 22:01
    Permalink

    O pessoal de Santarém querendo emprego numa mina aqui em Altamira! Engraçado que na época que os agricultores vindo do sul foram a Santarém Plantar soja a população local foi contra. Uma pena a falta de informações. No Mato Grosso falta pessoas para trabalhar. Hoje mulheres trabalham em colheitadeiras, tratores e caminhões. Muito bom o povo de Santarém acordar para o desenvolvimento.

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 20:42
    Permalink

    Boa noite.
    Gostaria muito de fazer parte desse projeto.
    Trabalhei muitos anos na qualidade de barragens (hidroelétrica)e na produção.
    Telefone.18 981061157.

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 20:36
    Permalink

    Gostaria muito de fazer parte dessa empresa,trabalhei muitos anos na qualidade e na produção de construção de barragens hidroelétrica no país ,meu telefone 018 981061157.
    Meu e-mail.
    arnaldodiasdeoliveiraoliveira@gmail.com

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 17:27
    Permalink

    Gostaria muito de uma oportunidade na empresa, moro em Santarém PA e tô disposto para viajar.

    Resposta
  • 27 de fevereiro de 2019 em 09:54
    Permalink

    Queria saber se vão contratar pessoas pra trabalhar e quando. Vão contratar mulheres. Porque geralmente. Essas grandes empresas não estão querendo. Empregar mulheres. Eu sou uma delas que precisa trabalhar. Mas não estão dando oportunidade pra isso. Como posso enviar meu Curriculum. Podem me mandar o e-mail. Eu agradeço se me responderes. Sou mãe e pai dos meus filhos e preciso de uma oportunidade

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *