PRF apreende motocicleta com identificação adulterada e prende suspeito de falsificação

No fim da tarde de sábado(9), na  Comunidade  do Tabocal, localizada às margens da BR-163, em Santarém, o Grupo de Patrulhamento Tático, em ronda pelo local, visualizou diversas motocicletas e uma grande quantidade de pessoas aglomeradas próximas ao estabelecimento comercial, JHONE MOTOS.

Diante da suspeita de adulteração/falsificação de veículos ciclomotores, a equipe decidiu por fazer a abordagem e identificação veicular de uma  motocicleta, onde constatou que “PLACA – NÃO IDENTIFICADA VISUALMENTE, CHASSI 9C2KC08505R015881, NÚMERO DE MOTOR SUPRIMIDO/APAGADO/RASPADO, visualmente identificada como Honda CG 150 AZUL ANO/MODELO 2004/2005 – a qual retornou ao se consultar os sistemas de identificação da PRF através do CHASSI supracitado como uma Honda CG 150 AZUL ANO/MODELO 2004/2005 – PLACA JUQ 9778, Configurando, assim, crime tipificado no artigo 311 – Código Penal Brasileiro, Adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento, sendo, Adulteração de sinal identificador de veículo automotor Pena – reclusão, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa, a equipe, em ato contínuo, identificou quem estava em posse do veículo ciclomotor que apresentou-se como proprietário de fato, haja vista ter comprado o veículo pela quantia de R$ 3000,00 reais pagos a pessoa que não soube identificar, como também apresentou CRV – 011803849724. Diante de tal fato, foi dado voz de prisão ao senhor SAMUEL SILVA DA SILVA, 18 anos, sendo este conduzido a Delegacia de Polícia Civil para realização do procedimento cabível pela Autoridade Policial. Não foi necessário o uso de algemas em conformidade com a súmula vinculante n°11 do STF. O autor estava cooperativo e prestou todas as informações necessárias a equipe PRF”, informou a PRF.

RG 15 / O Impacto com informações da PRF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *