Paralisação de obras de Belo Monte causa dano milionário ao país

Segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), a recuperação judicial do grupo empresarial responsável pelas obras de transmissão tem colocado em xeque as estratégias da União, para viabilizar a capacidade do setor elétrico brasileiro.

Conforme auditoria de acompanhamento dos empreendimentos de geração e transmissão da Usina de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), concluiu que nove contratos firmados entre a União e a Abengoa estão sendo descumpridos.

As obras, que totalizam 6.300 km de linhas de transmissão em 500 kV, estão paralisadas desde 2015, o que causou dano para a Administração Pública de R$ 575 milhões só no período úmido de 2016/2017.

De acordo com relatório do TCU, o dano ao Sistema Elétrico Brasileiro foi causado exclusivamente pela estratégia empresarial do grupo Abengoa, que se encontra em recuperação judicial. O Tribunal recomendou à Aneel que adote medidas judiciais para processar a Abengoa por perdas e danos em face na inadimplência contratual.

A UHE de Belo Monte terá capacidade total instalada de 11.233,1 MW, suficientes para abastecer 40% do consumo residencial de todo o país.

Fonte: TCU

Um comentário em “Paralisação de obras de Belo Monte causa dano milionário ao país

  • 19 de março de 2019 em 16:10
    Permalink

    Um serviço estratégico desse porte entregue a uma empresa em recuperação judicial ? Pelo amor de Deus, que país é este ? Prejuízos, o povo paga !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *