Polêmica – Após críticas à Polícia Militar, Witzel retira PMs da segurança de Crivella

Após críticas do prefeito Marcelo Crivella à Polícia Militar, o governador Wilson Witzel, determinou a retirada da escolta do prefeito feita por PMs. A segurança de Crivella era feita por 19 praças e oito oficiais.

Os servidores cedidos à prefeitura voltarão à Polícia Militar.

“Quando o político rouba e fica rico, o comandante do batalhão também quer ficar rico. O coronel quer ficar rico. O tenente, o sargento, querem ficar ricos. Aí, eles sobem o morro para pegar o arrego. O arrego é o troco da cocaína”.

A declaração foi feita durante um evento para 80 servidores da Fundação Parques e Jardins, na Taquara, Zona Oeste do Rio.

Em vídeo, divulgado ontem em suas redes sociais, Witzel não citou Crivella, mas defendeu a PM e repudiou as declarações.

“Não admito, não aceito qualquer tipo de declaração leviana que coloque em dúvida a integridade moral da atuação de nossos comandantes, oficiais e praças. Os resultados estão mostrando que não temos relação com nenhuma organização de atividade criminosa. Tráfico de drogas, milícia, todos estão sendo combatidos com rigor. Manifesto meu repúdio a declarações em sentido contrário. A PM tem o meu apoio, a minha confiança e a nossa força policial merece respeito. Força e honra”, diz o governador.

Fonte: O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *