PF deflagra operação contra contrabando em Novo Progresso no Pará e mais 4 estados

Grupo que tem ramificação em Novo Progresso emitia notas fiscais para dar legalidade ao transporte de produtos paraguaios. PF cumpre mandados em cinco estados

A Polícia Federal do Paraná deflagrou, nesta quarta-feira (27), uma operação contra uma organização criminosa especializada em contrabando e cumpre mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em Mato Grosso e no Paraná, além dos estados de Mato Grosso do Sul, Pará e Tocantins. A Operação mira contrabando de cigarros e agrotóxicos; chefes do grupo moram em Guaíra (PR).
OPERAÇÃO EM CINCO ESTADOS: De acordo com a PF, 80 agentes cumprem mandados em oito cidades de cinco estados. São elas: Guaíra (PR), Curitiba (PR), Terra Roxa (PR), Umuarama (PR), Mundo Novo (MS), Sinop (MT), Novo Progresso (PA) e Paraíso do Tocantins (TO)

Operação mira contrabando de cigarros e agrotóxicos; chefes do grupo moram em Guaíra(PR). O objetivo da Operação Contaminatus é desbaratar o grupo suspeito de contrabandear distribuir cigarros e agrotóxicos de origem paraguaia em vários estados da Federação.

Ao todo, foram expedidos oito mandados de prisão preventiva e 17 mandados de busca e apreensão, além do sequestro e indisponibilidade de bens, propriedades e contas bancárias de diversos investigados.

Segundo a PF, os principais líderes da organização criminosa residem na região de Guaíra (PR).

Ao longo do período investigativo, foi identificada a existência de empresas fundadas especificamente com o objetivo de expedir notas fiscais, para dar ares de legalidade ao transporte dos produtos contrabandeados.

O nome da operação – Contaminatus – significa contaminado em latim e faz referência ao uso de agrotóxicos proibidos em lavouras no Brasil e ao modo de operação do grupo criminoso.

A reportagem busca informações para ver quais empresas e pessoas foram alvo desta operação.

Fonte: RG 15/O Impacto e Folha do Progresso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *