Suspeito de matar mãe e filha em Altamira é assassinado dentro de presídio

Geovani de Souza Silva, de 19 anos, foi morto no início da tarde de quinta-feira (25), minutos depois de ser transferido para o Centro de Recuperação de Altamira, no sudoeste do Pará. Ele havia confessado o assassinato de Fernanda e de Maria Isabela Moura de Oliveira, mãe e filha, encontradas mortas nesta quarta-feira (24) no município.

O crime causou comoção na cidade e moradores haviam feito protesto em frente à delegacia onde Geovani estava preso. Uma nova manifestação aconteceu nesta quinta-feira (25), quando os caixões com o corpo das vítimas foram levados em um cortejo fúnebre pelas ruas de Altamira antes de serem enterrados no cemitério local. Os manifestantes pediam justiça, mesmo após a prisão de dois suspeitos pelo crime.

Geovani de Souza Silva confessou que planejou matar mãe e filhas e que pretendia assassinar a família toda como forma de vingança pelo fato de ter sido denunciado por tentativa de assalto à residência das vítimas. Mas no dia do crime, apenas Fernanda Moura, de 28 anos, e Maria Isabel Moura de Oliveira, de quatro anos, estavam em casa.

Ele disse que usou uma faca para obriga-las a subir em uma motocicleta e que as executou numa área isolada em uma chácara localizada há alguns minutos de distância. Geovani cortou o pescoço da mãe e usou uma corda para esganar a criança e, depois, enterrou os corpos em uma cova rasa, à 40 cm de profundidade.

Além dele outro suspeito foi preso por associação ao crime. Na casa do segundo homem foi encontrada a motocicleta da família que foi usada para levar as vítimas até o local do crime.

O comparsa de Geovani Silva assumiu a responsabilidade pela morte do companheiro, mas ele também foi ferido após chegar ao presídio. Ele continua preso no Centro de Recuperação de Altamira. Antes da chegada deles ao presídio, os presos haviam feito protestos por não concordar com a transferência.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *