Santarém sediou segunda consulta pública para o Plano de Recursos Hídricos

Dirigir o gerenciamento dos recursos hídricos e auxiliar o Estado na tomada de decisões, de forma participativa e transparente, são objetivos do Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH), que na terça-feira (30) teve mais uma contribuição da sociedade, durante a segunda consulta pública do processo de elaboração do documento, promovida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) no município de Santarém, no oeste do Pará.

A primeira foi realizada em Altamira, na Região de Integração do Xingu, e as próximas ocorrerão nos dias 7 de maio, em Marabá, na Região Carajás, e 10 de maio, em Belém, na Região Metropolitana. As consultas públicas permitem a participação dos cidadãos nas discussões de questões essenciais para toda a população.

A participação de representantes de instituições do Poder Público, da sociedade civil e dos usuários de recursos hídricos possibilitou um amplo debate sobre o diagnóstico das macrorregiões hidrográficas do Tapajós e do Baixo Amazonas, que envolvem 26 municípios.

A macrorregião hidrográfica Tapajós é formada pelos municípios de Itaituba, Rurópolis, Trairão, Aveiro, Juruti, Jacareacanga, Novo Progresso, Belterra e Santarém. A macrorregião hidrográfica Calha Norte abrange os municípios de Faro, Terra Santa, Oriximiná, Óbidos, Curuá, Alenquer, Monte Alegre, Prainha e Almeirim, e a macrorregião hidrográfica Baixo Amazonas inclui os municípios de Santarém, Placas, Uruará, Rurópolis, Prainha, Medicilândia, Mojuí dos Campos e Porto de Moz.

A diretora de Recursos Hídricos da Semas, Luciene Chaves, disse que foram convidadas autoridades públicas, membros de vários segmentos sociais e usuários, e feita ampla divulgação do evento, o que permitiu a participação dos principais interessados nas consultas públicas. “No geral, o evento foi bastante produtivo em Santarém. Foram coletadas informações sobre as regiões, que vão colaborar com a construção do diagnóstico do Plano Estadual de Recursos Hídricos”, disse a diretora da Semas.

Próximas consultas públicas

07/05/2019 – Marabá
Endereço: Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Campus Marabá. Folha 31, Quadra 7, Lote Especial, s/n – Nova Marabá
Municípios da Macrorregião Tocantins-Araguaia que devem participar: Oeiras do Pará, Marabá, Itupiranga, Novo Repartimento, Nova Ipixuna, Jacundá, Bom Jesus do Tocantins, São João do Araguaia, São Domingos do Araguaia, Brejo Grande do Araguaia, São Geraldo do Araguaia, Eldorado do Carajás, Piçarra, Curionópolis, Parauapebas, Sapucaia, Canaã dos Carajás, Xinguara, Água Azul do Norte, Rio Maria, Floresta do Araguaia, Pau D’Arco, Redenção, Conceição do Araguaia, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, Novo Repartimento, Breu Branco, Baião, Mocajuba, Igarapé-Miri e Cametá.

10/05/2019 – Belém
Endereço: Universidade Federal do Pará (UFPA), no auditório do Instituto de Ciências Jurídicas da Universidade. Rua Augusto Corrêa, 01, bairro do Guamá.

Municípios da Macrorregião Hidrográfica Costa Atlântica Nordeste: Rondon do Pará, Dom Eliseu, Abel Figueiredo, Bom Jesus do Tocantins, Jacundá, Goianésia do Pará, Moju, Abaetetuba, Barcarena, Viseu, Cachoeira do Piriá, Nova Esperança do Piriá, Paragominas, Ulianópolis, Augusto Corrêa, Santa Luzia do Pará, Tracuateua, Bragança, Quatipuru, Bonito, Capanema, São João de Pirabas, Primavera, Peixe-Boi, Nova Timboteua, Salinópolis, Santarém Novo, Santa Maria do Pará, Igarapé-Açu, Maracanã, Magalhães Barata, São Francisco do Pará, Terra Alta, Marapanim, Castanhal, São João da Ponta, São Caetano de Odivelas, Vigia de Nazaré, Colares, Santo Antônio do Tauá, Santa Izabel do Pará, Curuçá, Santa Bárbara do Pará, Benevides, Ananindeua e Belém.

Municípios da Macrorregião Hidrográfica Portel-Marajó: Portel, Pacajá, Bagre, Anapu, Breves, Chaves, Afuá, Anajás, Curralinho, São Sebastião da Boa Vista, Muaná, Soure, Salvaterra, Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari e Ponta de Pedras.

Fonte: Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *