DESCULTURAÇÃO

Lamentavelmente é o que tenho percebido com as perdas das coisas da nossa cultura Tapajó. Na música, bem pouco, mas na dança e na gastronomia mocorongas, acentuadas e a geração x-salada e outros mixes, têm abusado.

Agora vem dar mais um golpe mortal na nossa Praça Barão de Santarém, conhecida popularmente como Praça de São Sebastião, que se transformou em ponto de “Sandubeiros” e os moradores do entorno têm reclamado muito pela fumaça. Sem resultado. E agora, estão adulterando e alterando as cerâmicas tapajoara, que ali embelezava nossa Praça, desde a década de oitenta, quando Paulo Lisboa foi Prefeito nomeado que os dois jovens artistas recém formados pela Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, receberam o desafio de ornamentar a nossa Praça. Ali confeccionaram vasos cariatídes, vaso de gargalo, urnas indígenas e bancos ornados com muiraquitã. Tinha, inclusive, uma fonte de água, Chafariz.

A pintura, ou seja, a cor da tinta, foi a mais aproximada da cor do barro da argila queimada. Agora vem “umzinho” “desconhecedor” da nossa cultura, só pode! mudar a cor das cerâmicas da praça sob a alegação que se vai aproximar da cor da bandeira do município. Não é por aí, caro xenófobo. É preciso respeitar o trabalho do artista. Não se altera o trabalho do artista, sem o seu consentimento, restaurar, como até hoje fazem com as obras de Michel Ângelo e Leonardo Da Vinci, do Aleijadinho, não mudam. Conservam as suas linhas, cores e traços próximos do original ou na sua total originalidade, apenas se conserva. A perda ou degradação da identidade cultural de um indivíduo, no nosso caso é de um povo, não deve ocorrer. E o pior é que está sendo festejado, alegremente, por pessoas que eram para defender a nossa Cultura, estão colaborando ou tem tendência para se afastar da influência da cultura tradicional. /////////// Mesmo com a perdas do pouco que restava da arte barroca, na nossa catedral da Nossa Senhora da Conceição, já começaram a refrigerar a nave central, lamentavelmente, está faltando algumas articulações para ver se teremos Bispo para o próximo Círio. Por que será que o Papa Francisco, ainda não achou um bom Pastor para apascentar às suas ovelhas aqui no Tapajós? Será que perdeu o prestígio no Vaticano após a partida para a casa do Pai do nosso pastor Dom Tiago? /////////////// E a revitalização da Praça Monsenhor José Gregório e da Bandeira, que foram destruídas pelos camelôs. Os benjaminzeiros já estão quase todos mortos ou retirados, na promessa de reporem outro tipo de planta, mas só o que está se vendo é que o benjaminzeiros estão virando sacai. ///////////////// A PRAÇA DOS TRÊS PODERES (TRÊS PATETAS) que fica na confluência da Av. Mendonça Furtada com a Av. Rui Barbosa e Trav. Prof. José Agostinho. Cujo nome verdadeiro é ELIAS RIBEIRO PINTO, ex prefeito de Santarém, cassado pela revolução de 1964. Foi o homem que primeiro narrou um jogo no estádio Aderbal Tapajós Caetano Correa, orador vibrante que empolgava a massa, destes que não se tem mais hoje. Está sendo revitalizada. Que tal se voltasse o lago com as Vitórias Régias, com o chafariz, não é Renato Sussuarana e Laurimar Leal? /////////// A VOLTA DA LIGA ESPORTIVA DE SANTARÉM = Soube hoje que já está marcada para o próximo dia 14 a realização da eleição da LIGA ESPORTIVA DE SANTARÉM. Duas chapas estão se habilitando, uma comandada pelo ex atleta, desportista atuante, CLEO e a outra liderada por um desportista mais ligado ao futebol profissional, SAINDCLAY MONTE. Os clubes para terem direito a voto deverão estar legal, junto a LIGA e até onde eu sei, a Liga não consegue trazer para os Clubes o seus Alvarás de funcionamento fornecidos pela Federação Paraense de Futebol, pelo menos há uns três anos. Nem mesmo o Alvará da Liga tem, agora imaginem os clubes. Logo, todos estão ilegais para a eleição. Se Anistiarem a todos, o Fluminense também terá direito a voto, juntamente com os clubes, legalmente filiados. Uma vez que como presidente do Clube, falei para o presidente da LES que condicionaria o pagamento da anuidade à entrega do Alvará do Fluminense que é um dos fundadores da LES, juntamente com São Francisco, São Raimundo, Norte Clube, Clube Recreativo Flamengo, América e Portuguesa. ///////// Também como já falei anteriormente devido a “apagada” liderança da LES está sem apoio dos Clubes filiados e dos clubes fundadores. Sem o apoio do governo municipal que tem um Secretário de Esporte direcionado para os seus interesses e não para o esporte santareno como um todo. O que já deu motivo para o surgimento de novas LIGAS. Estas, segundo informações, com apoio de políticos, ou talvez, com o objetivo político, afinal, tem eleições na “biqueira”, o que o atual presidente da LES não tem apoio nem de futuros candidatos ao pleito eleitoral de 2020. E assim, o futebol amador vai para as “cucuias”. Eu, como ex presidente da LIGA e filho de um dos fundadores da LES, o meu saudoso pai Élvio Fonseca, só me resta torcer para que tudo saia a contento e quem vencer, olhe para o glorioso passado do futebol amador de Santarém. //////////////// Neste mês de maio, o mês de Maria, o mês das noivas e mês das flores e mês das mães. ////////// Nesta sexta feira, o BAILE DE SAUDADE numa promoção DOS EX ALUNOS DO SEMINÁRIO SÃO PIO DÉCIMO, COM O TOQUE MUSICAL DE CAETANO, BANDA STILLUS, GEISE MIRANDA E GERSIL, a partir das 23 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *