Integrantes de facção são presos pela morte de agente da Fasepa em Santarém

Partiu de dentro do presídio de Belém, a ordem para execução do ex-agente penitenciário de Cucurunã e chefe de segurança da unidade da Fasepa em Santarém,  Derlyson Gonçalves da Silva, ocorrida no dia 24 de abril.

As investigações conduzidas pela Delegacia Especializada em Homicídios, da Seccional da Polícia Civil, ao comando do delegado Dmitri Teles, demonstraram que membros do Comando Vermelho, arquitetaram e executaram o homicídio contra o servidor estadual.

Nesta quarta-feira(26), quase dois meses do crime, a Polícia Cívil, conjuntamente com a Polícia Militar, deflagrou a operação Roleta-Russa, cumprindo 8 mandados de busca e apreensão; 9 mandados de prisão preventiva e 2 mandados de prisão temporária.

Entre os mandados de prisões, estão dos detentos Rafael do Carmo Pereira, vulgo cadáver; do presidiário conhecido pela alcunha de Vela. Outro detentos que tiveram os mandados expedidos pela Justiça são vulgo Marquinho; Jonas e Poroca.

De acordo com a polícia, essa é a etapa final da investigação, e as prisões foram medidas necessárias para a coleta de provas, e permitirá concluir o inquérito, fornecendo elementos imprescindíveis ao oferecimento da denúncia.

Ainda de acordo com a polícia, as investigações permitiram concluir que os presos integram organização criminosa, facção do Comando Vermelho.

Matéria em atualização

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *