Férias de Ministro da Educação em Santarém repercutem nas redes sociais e manifestação contra ele divide opiniões

A informação dada em primeira mão pelo O Impacto de que o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, está tirando férias em Santarém repercutiu nas redes sociais, principalmente após um grupo de manifestantes protestarem contra ele na Vila de Alter do Chão. O Ministro bateu boca com estudantes, professores e indígenas, tendo utilizado até um microfone.

No Twitter, Weintraub comentou brevemente sobre o caso. “Nossos três filhos pequenos de férias, jantando comigo e minha esposa em uma praça. Adivinhem… Os mesmos que se dizem defender os direitos humanos nos cercaram… As crianças ainda estão chorando!”.
Os vídeos da manifestação contra o ministro se espalharam pelas redes sociais, ganhando apoio de muitos e repudio de outros tantos. Muitos questionaram a existência dessas férias, já que Weintraub assumiu este cargo há pouco mais de três meses. Deve-se ressaltar que ele está tirando férias da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), onde leciona, e de licença do Ministério da Educação por uma semana.

“É o cúmulo da insensatez, ele está deliberadamente atuando para aniquilar a educação no Pais e pensa que pode circular em qualquer lugar público sem ser notado? O peso de fazer o trabalho sujo, e esse é de dimensões gigantescas, é a discrição. Aos jovens futuro vazio!”, comentou um usuário do Twitter.

Em contrapartida, houve os que apoiassem o ministro. “Caro ministro! Como filho de Santarém e tendo consciência das dificuldades por nós passadas aqui no isolamento quero lhe informar que não comungamos desse tipo de pensamento e atitude por parte dessa tropa aí. Santarém lhe abraça. Lamentável”, afirmou outro usuário do Twitter.

Vendo a repercussão do caso, a Prefeitura de Santarém emitiu nota repudiando possíveis atos de violência, intolerância política ou de censura a pensamentos políticos. A mesma se solidarizou com o Ministro da Educação e sua família, afirmando que Santarém é uma cidade hospitaleira que sempre recebeu bem seus turistas e seus visitantes. A nota termina afirmando que “atos isolados não representam a conduta de nosso povo acolhedor”.

RG 15 / O Impacto

5 comentários em “Férias de Ministro da Educação em Santarém repercutem nas redes sociais e manifestação contra ele divide opiniões

  • 24 de julho de 2019 em 10:09
    Permalink

    Triste ver idiotas úteis se prestando a um desserviço à Região. Tais pessoas não estão nenhum pouco preocupadas com a educação, até porque demonstraram que não sabem nem o que á isso. As autoridades deveriam olhar Alter do Chão com mais carinho, pois hoje parece terra sem lei, uma babilônia pegando fogo, enquanto os caras tão “cabeça de gelo”.

    Resposta
  • 24 de julho de 2019 em 09:05
    Permalink

    “Sinistro” é o grau do vício desses maconheiros, paus mandados de comunistas inconformados com a prisão do ladrão-mór, lularápio !

    Resposta
  • 23 de julho de 2019 em 22:21
    Permalink

    O cartaz do “Devolva nosso futuro” certamente é pro Lula e sua quadrilha ptista, que roubaram bilhões de reais, atrasando o desenvolvimento do Brasil, gerando 14 milhões de desempregados !

    Resposta
  • 23 de julho de 2019 em 22:18
    Permalink

    ESSES TELEGUIADOS DO PTISMO, SEM SABER COMO SE RECUPERA UNIVERSIDADES E VERBAS ROUBADAS POR REITORES LADRÕES, QUE INCENTIVAM OS ESTUDANTES CONTRA AS AUTORIDADES, CERTAMENTE ESTARIAM APLAUDINDO O REITOR DA UFRJ, RECÉM CONDENADO PELO SUMIÇO DE 43 MILHÕES DE REAIS; LAMENTÁVEL QUE JÁ ESTEJA FORAGIDO E NÃO APAREÇA EM ALTER DO CHÃO, POIS SERIA APLAUDIDO ATÉ POR ÍNDIO !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *