Servidores do Fórum de Santarém decidem aderir à greve estadual

Em assembleia encerrada há poucos instantes no mini auditório do Fórum local, os servidores da Comarca de Santarém decidiram aderir ao movimento grevista, iniciado dia 20/08 pelo Sindicato dos Funcionários do Judiciário do Pará – Sindju/PA. A reunião contou com a presença de cerca de 50 servidores representando as 14 varas judiciais e setores técnicos do Fórum. A partir de amanhã, os grevistas estarão no Fórum e não baterão o ponto, resguardando 30% de servidores para os serviços essenciais em cada vara. Entende-se por serviços essenciais, matérias de urgência como as que são realizadas nos plantões judiciais.

Adesões – Segundo informações do Sindju, através do presidente Thiago Lacerda, que conversou com os servidores de Santarém através de uma audioconferência, até a data de hoje 30 comarcas já aderiram ao movimento, entre elas Belém, Ananindeua, Castanhal e Altamira. Das grandes comarcas faltava a decisão de Marabá e Santarém, sendo que esta última definiu agora a sua entrada no movimento grevista e deve influenciar outras comarcas da região.
Os servidores reivindicam da direção do TJPA 4,9% de reajuste nos salários e o Tribunal acena com apenas 2% de reajuste e 4,9% no vale alimentação, o que é rechaçado pela categoria. Além do reajuste, o movimento grevista quer também que o TJPA reconheça outros 12% de perdas salariais acumulados desde 2016.

“Durante a greve vamos nos reunir em frente ao Fórum, com faixas e cartazes e trabalharemos no convencimento dos servidores que ainda não decidiram parar”, explica o analista judiciário Francinaldo Bentes um dos organizadores da comissão local de apoio à greve. “Não lutamos apenas por questões salariais, mas também por melhorias de condições de trabalho, para que a população que precisa de Justiça, tenha um serviço mais eficaz”, concluiu.

Fonte:  Jota Ninos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *