Polícia Civil prende em Novo Progresso homem que matou esposa em SC

Policiais Civis de Novo Progresso e Itaituba, sob o comando do delegado Vicente Gomes, Superintendente Regional do Tapajós, deram cumprimento ao mandado de prisão expedido pela justiça do Estado de Santa Catarina em desfavor de CLEVITON DE LIMA DE CARVALHO o qual cometeu o crime de feminicídio contra sua companheira ANGÉLICA SABRINA SEIBERT, no início desse ano.

Após investigações, a Polícia Civil catarinense conseguiu que a Justiça decretasse a prisão, porém, o autor do crime permaneceu na condição de foragido, quando na data de ontem, foi solicitado apoio da Polícia Civil do Pará, por intermédio da Delegacia de Novo Progresso para averiguar a possibilidade do foragido da justiça estar omiziado na casa de parentes na comunidade de Alvorada da Amazônia, Distrito de Novo Progresso que fica cerca de 33km distante da Sede do Município no sentido de Estado do Mato Grosso, o que foi confirmado nesta tarde, quando o foragido foi localizado em um restaurante daquela localidade, sendo que este estava usando o nome de “Marcos”, quando foi reconhecido pela equipe e recebeu voz de prisão.

Participaram da diligência além do Dpc Vicente, os Ipcs Rafael e Rogério da 19a Seccional de Itaituba e o Ipc Francione de Novo Progresso.

O Crime

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Fronteira de Dionísio Cerqueira, informa que na última sexta-feira (14/06/2019), concluiu as investigações do crime bárbaro de feminicídio que vitimou Angélica Sabrina Seibert, fato ocorrido no dia 17 de março de 2019.

As investigações se iniciaram logo após ter sido noticiado o desaparecimento do casal Cleviton de Lima de Carvalho e Angélica Sabrina Seibert, no dia 19 de março de 2019. Ao empreender diligências e colher informações iniciais, levantou-se a suspeita de o fato se tratava de um crime de feminicídio, o que foi confirmado no dia 04/04/2019 com o encontro do corpo da vítima, no município de Barra Bonita – SC.

Foi apurado que o investigado Cléviton de Lima de Carvalho, companheiro da vítima, na madrugada do desaparecimento (17.03), atentou contra a vida de Angélica Sabrina, foi até sua residência localizada na cidade de Dionísio Cerqueira, retirou todos os seus pertences pessoais e fugiu para a cidade de São Paulo, abandonando seu veículo em um posto de combustíveis na cidade de Marmeleiro – PR, dando continuidade a sua fuga por meio de carona.

Com o apoio da Delegacia de Antissequestro de São Paulo – SP, foi possível recuperar o aparelho celular do investigado encontrado com uma testemunha residente na cidade de São Paulo, bem como identificar testemunhas que o investigado esteve naquelas cidades com o intuito de permanecer homiziado da polícia catarinense.

Por meio de técnicas de especiais de investigação foi possível colher provas de que o investigado CLEVITON DE LIMA DE CARVALHO é o autor do feminicídio que vitimou Angélica Sabrina, bem como apontar testemunhas que confirmaram a autoria do crime, motivo pelo qual a Autoridade Policial representou pela prisão temporária do investigado, sendo esta acolhida o pedido pelo Poder Judiciário, passando o investigado para a condição de foragido da justiça.

Desta forma, a Polícia Civil, no dia 14/06/2016, concluiu as investigações e INDICIOU o investigado CLEVITON DE LIMA DE CARVALHO pela prática do CRIME DE FEMINICÍDIO, bem como representou pela conversão da prisão temporária em prisão preventiva.

A Delegacia de Polícia de Dionísio Cerqueira agradece o apoio às investigações prestados pela Delegacia da Comarca de São Miguel do Oeste, Delegacia de Investigações Criminais de São Miguel do Oeste, Delegacia Antissequestro de São Paulo – SP, Delegacia de Homicídios de Cuiabá – MT e ainda, da Polícia Rodoviária Federal de Guaraciaba, que foram fundamentais para a elucidação deste crime bárbaro que chocou toda a região oeste do estado, bem como culminou na conclusão da presente investigação e INDICIAMENTO do investigado CLEVITON DE LIMA DE CARVALHO pelo crime de feminicídio.

RG 15 / O Impacto com informações da PC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *