Presidente de Sindicato e Chefe de Regularização Fundiária são presos em Castelo dos Sonhos suspeitos de homicídio

Na quinta-feira (10), uma operação deflagrada pela Delegacia de Polícia Civil de Castelo dos Sonhos, sob a coordenação do Delegado Francimar, com apoio da Delegacia Especializada de Conflitos Agrários de Santarém (DECA/STM), sob o comando do Delegado Fábio Amaral, resultou na prisão de três suspeitos de crime de homicídio motivado por conflito agrário.

De acordo com as investigações realizadas pela Polícia Judiciária Estadual, os presos: Raimundo Barros Cardoso, conhecido pela alcunha de “Dico”, que atualmente é presidente do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (SINTRAF); Roberto Aparecido de Passos, que exerce a função de chefe do Departamento de Regularização Fundiária do Município de Novo Progresso; e Messias, vulgo “Nego”,  teriam tramado a morte do colono Antônio Rodrigues dos Santos, conhecido popularmente por “Bigode”.

Conforme a autoridade policial, um quarto suspeito encontra-se foragido. Trata-se de João Batista Braga Dias.

Na ação policial, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos presos, com objetivo de apreender objetos e documentos que irão subsidiar o inquérito policial, corroborando na elucidação dos fatos.

Os presos foram encontrados dentro de uma área de mata. O trio foi encaminhado para o presídio de Itaituba.

Agentes da Polícia Civil que participaram a operação que logrou êxito nas prisões.

O Crime: A vítima teria sido morta no mês de maio de 2018, quando saiu para trabalhar em uma fazenda, e não retornou a residência. Segundo testemunhas, antes de desaparecer, Antonio teria realizado denúncias sobre a invasão do seu lote por terceiros, que estavam desmatando a área situada dentro do Assentamento Terra Nossa, no Distrito Castelo dos Sonhos, Município de Novo Progresso, oeste do Pará. O corpo ainda não foi localizado.

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *