Levantamento: Policiais do Pará são os mais assassinados do Brasil, mas também estão na 3ª colocação dos que mais matam

De acordo com o “Monitor da Violência”, levantamento realizado pelo portal G1, o Pará é o Estado Brasileiro com o maior número de polícias assassinados, sendo também o terceiro colocado em mortes cometidas por polícias. Tais dados compreendem os seis primeiros meses de 2019 em todo o Brasil, quando 2.886 pessoas foram mortas por policiais e foram 108 oficiais assassinados de janeiro a junho de 2019.

Segundo o levantamento, houve um aumento de 40% no número de oficiais assassinados no Pará. São 35 mortos (33 policiais militares e 2 policiais civis) de janeiro a junho, quase todos fora de serviço. Em 2018, foram registradas 25 mortes. Já no caso de mortes cometidas pela Polícia Paraense, foram registradas 322 mortes – o que representa um aumento de 56% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram registrados 206 casos.

O secretário da Segurança do Pará, Ualame Machado, admite o aumento nos números de mortes, mas afirma que o estado tem trabalhado para reduzir a letalidade policial.

“Em razão do choque operacional no início da gestão, tivemos um pequeno aumento em relação ao ano anterior. Mas os policiais entenderam a nossa forma de trabalhar, de atuar, que é com policiamento ostensivo, protegendo a sociedade e de outro lado também investigando quem quer que seja para que seja responsabilizado qualquer um que pratique ato em desacordo com a lei. Várias medidas estão sendo tomadas pelo governo. Cito a jornada extraordinária, aquela em que você compra parte da folga do policial para que ele possa trabalhar em prol da sociedade, evitando que faça atividade paralela e corra riscos. Também foram implementados programa habitacionais, para que os policiais saiam de algumas áreas de risco e possam levar sua família e morar perto de outros colegas. Foi autorizada ainda a utilização de coletes até mesmo na folga para que eles fiquem mais protegidos, além de outras medidas, como capacitações e treinamentos”, afirma Ualame Machado.

O Amapá é hoje o estado com a maior taxa de mortes por policiais. O país teve 108 policiais assassinados nos primeiros seis meses deste ano (menos que em 2018, quando 187 oficiais foram mortos no mesmo período).

RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *