Enquanto paraenses amargam aumento, consumidores do Amazonas e Roraima terão redução da tarifa de energia

Nesta terça-feira(29), a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) determinou a aprovação de reajustes tarifários negativos para as distribuidoras de energia que atendem o Amazonas e Roraima.

De acordo com a Agência, na Amazonas Energia, o efeito médio para os consumidores será uma redução de 5,96% nas contas. No caso dos consumidores da Roraima Energia, a redução média será de 2,12%.

Ambas as elétricas são controladas por um consórcio liderado pelo grupo local Oliveira Energia, que ficou com as empresas após leilões de privatização realizados pela Eletrobras no ano passado. Os clientes dos dois estados terão a nova tarifa a partir de 1º de novembro.

Aumento para os paraenses: Vários aspectos são considerados quando o assunto é valor da tarifa de energia elétrica paga pelos paraenses. Um deles é a questão do valor do ICMS. Apesar do estado do Pará ser produtor de energia elétrica, abrigando duas das maiores usinas hidrelétricas do país, Tucuruí e Belo Monte, os paraenses pagam uma das tarifas mais caras do Brasil.

Mesmo com preço majorado em relação a outros estados, no mês de agosto deste ano, a Aneel aprovou reajuste tarifário médio de 1,74% para os consumidores residenciais atendidos pela Centrais Elétricas do Pará (Celpa). A revisão tarifária trouxe aumento de 2,12% para os clientes atendidos em baixa tensão. A Celpa atende 2,6 milhões de unidades consumidoras no estado do Pará.

Na mesma época da determinação de aumento da tarifa dos consumidores paraenses, a Agência aprovou que os consumidores residenciais atendidos pela EDP, no estado do Espírito Santo, ficariam com o preço das tarifas de energia, em média, 6,57% mais baixo.  A EDP atende 1,57 milhão de unidades consumidoras em 70 municípios do Espírito Santo. A maior parte (1,1 milhão de unidades) desses consumidores é de baixa renda.

RG 15 / O Impacto

Um comentário em “Enquanto paraenses amargam aumento, consumidores do Amazonas e Roraima terão redução da tarifa de energia

  • 31 de outubro de 2019 em 06:09
    Permalink

    Alô $arney, aprontando de novo, né abutre !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *