Polícia Cívil realiza prisões no âmbito da ‘Operação República’ em Santarém

Várias equipes da Polícia Cívil de Santarém estão nos quatro cantos da cidade, com objetivo de cumprir mandados de prisão expedidos pela Justiça.

A Operação República tem como alvos pessoas acusadas de vários crimes, tais como: roubo, furto, tráfico de drogas e homicídio.

Entre os presos estão: José dos Santos Barros e Sirdinei Araújo dos Santos, que  no dia 4 de outubro, no bairro da Vigia,  tentaram contra a vida de Luan Almeida, de 19 anos. A vítima recebeu disparo de espingarda calibre 16, que acertou a região das costas. Devido a gravidade do disparo, Luan ficou paraplégico. Participaram da prisão da dupla, a equipe da Delegacia Especializada de Homicídios com o apoio do Núcleo de Apoio à Investigação.

José dos Santos Barros e Sirdinei Araújo

De acordo com o Superintendente da Polícia Civil, Delegado Jamil Farias Casseb, a  operação segue diretrizes da Delegacia Geral em todo o Estado. O Diretor da Seccional Urbana de Santarém, Delegado Germano do Vale enfatiza que foram empregados mais 50 Policiais Civis bem como um grande aparato de viaturas durante a Operação República.

Até a publicação desta matéria, cinco pessoas haviam sido presas.

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *