Secretária Dayane destaca avanço na saúde da mulher com chegada de novos equipamentos

Com as altas taxas de mortalidade por câncer de colo uterino, o Ministério da Saúde (MS) elaborou o projeto-piloto Viva Mulher! No projeto foram desenvolvidos protocolos para a padronização da coleta de material e para o seguimento e conduta frente a cada alteração citológica. Em uma extensa agenda de compromissos, na semana passada, em Belém a secretária municipal de Saúde, Dayane Lima, recebeu no último dia 14, da Coordenação Estadual de Atenção Básica Oncológica materiais técnicos para a realização de atendimentos às mulheres que procuram o Centro de Referência para procedimentos.

“Com a instalação dos equipamentos, o Centro de Referência em Saúde da Mulher terá condições de atender mais e melhor as pacientes com leões precursoras de câncer do colo uterino, pois, quando os materiais estiverem instalados serão realizadas colposcopias, biópsias e Excisão da Zona de Transformação (EZT). É um grande avanço na saúde da mulher em nosso município”, explicou Dayane.

Para a enfermeira coordenadora do Centro de Referência da Mulher, Dináuria Faria, os equipamentos facilitarão o diagnóstico e tratamento do câncer uterino. “O Centro atende mulheres referenciadas das Unidades Básicas de Santarém e municípios vizinhos com resultados de citologias alteradas, onde deverão confirmar o diagnóstico e o tratar ambulatoriamente. Os equipamentos facilitarão o diagnóstico precoce e tratamento dessas alterações cervicais”, informou.

O EZT é um procedimento destinado a tratar as lesões pré-invasivas do câncer de colo uterino. E para o atendimento com o intuito de diagnosticar e tratar a doença, a Prefeitura de Santarém, por meio da Semsa,  recebeu os seguintes materiais: 01 Aspirador de vapor biológico; 01 Bisturi elétrico; 08 Eletrodos alça Nº 7; 04 Eletrodos alça Nº 8; 06 Eletrodos alça Nº 9; 08 Eletrodos alça tipo bola 3mm; 08 Eletrodos alça tipo bola 5mm; 04 Espéculos teflon tamanho G; 05 Espéculos teflon tamanho M; 04 Espéculos teflon tamanho P; 13 Filtros de vapores biológicos; 07 Pinças medina 5 mm; 07 Pinças Pozzi.

PREFEITURA E MARINHA LEVAM ATENDIMENTOS EM SAÚDE AO TAPARÁ: Como forma de facilitar o acesso aos serviços de saúde às comunidades ribeirinhas, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), promoveu uma grande ação de saúde no período de 19 a 22/11, na região do Tapará. A base para os atendimentos foi na comunidade de Pixuna do Tapará, onde o Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) Dr. Montenegro atracou. A ação teve a parceria da Marinha do Brasil, que faz a gestão do Navio. Durante a ação, foram disponibilizados atendimentos médico, odontológico, mamografia, ultrassonografia, exames laboratoriais, vacinas, entre outros. A enfermeira Alba Leal, que esteve à frente da ação pela Semsa, reiterou que as comunidades estavam mobilizadas.

“A comunidade Pixuna do Tapará serviu de polo para os atendimentos. As comunidades haviam sido mobilizadas pela enfermeira de Costa do Tapará, que atende as comunidades do entorno e os comunitários tiveram vários serviços de saúde na ação”, informou Alba.

De acordo com a secretária de Saúde, Dayane Lima, a parceria com a Marinha do Brasil levou mais saúde para a região, com a facilidade do acesso aos serviços pela população ribeirinha da região do Tapará.

“Sabemos as dificuldades da população ribeirinha quanto ao acesso aos serviços, que muitas vezes se concentram mais na área urbana. Parceria como essas, com a Marinha, são determinantes para levarmos nossos serviços para cuidar ainda mais das pessoas, essa é a nossa missão: garantir o acesso aos serviços de saúde para as pessoas e o Navio nos possibilita o alcance desse objetivo”, reforçou Dayane.

MUNICÍPIOS DO BAIXO AMAZONAS DISCUTEM AS POLÍTICAS DE ATENDIMENTO AO TRABALHADOR: Os municípios do Baixo Amazonas reuniram-se na última quarta-feira (20), no auditório do Centro Municipal de Informação e Educação Ambiental (Ciam), no II Encontro de Gestores do SUS da Saúde do Trabalhador, para um estudo aprofundado sobre as políticas direcionadas ao atendimento do SUS, por meio dos Centros de Referências em Saúde do Trabalhador (Cerest).

Coordenador do Cerest Estadual Marco Aurélio, na mesa de abertura do eventoRepresentantes de Alenquer, Curuá, Mojuí dos Campos, Óbidos, Oriximiná e Santarém estiveram no evento e foram saudados pelo coordenador do Cerest/Estadual, Marco Aurélio, que falou dos desafios dos órgãos no Pará. “Nós, do governo do Estado, estamos muito felizes em estar aqui, pois percebemos o compromisso de todos que vieram para esse debate, onde estamos encaminhando uma proposta de governo que é inicialmente valorizar nossos servidores, pois são eles que vão levar a política do bom atendimento, esse é o primeiro desafio.” Marco Aurélio ressaltou ainda sobre a atuação integrada, necessária a política pública do trabalhador. Engajados neste compromisso, a previsão é que o encontro ocorra todos os anos para que haja mais representação e reflexão nesta direção.

Para o coordenador do Cerest/Regional, Nilton Santos, o evento alcançou seus objetivos. “O evento foi um sucesso, tivemos a participação de seis municípios, com a presença de gestores do Cerest/Estadual e da Sespa. Tivemos palestras sobre as Políticas Públicas direcionadas ao trabalhador e com conteúdo motivacional. Em 2020, faremos outro evento para continuar a discussão para avançarmos na sensibilização da saúde do trabalhador. Dando ênfase a um trabalho integrado, para dar um acolhimento melhor ao profissional”, ressaltou. A chefe da Divisão Técnica da Semsa, Maria do Desterro, que representou a secretária de Saúde, Dayane Lima, que está na capital do estado cumprindo agenda de reunião de projetos da saúde, destacou o compromisso da secretaria no avanço do atendimento do trabalhador. “Nosso coordenador regional, Nilton Santos, descreveu muito bem o esforço que o município faz, por meio do Cerest e sua competência pelo desenvolvimento da saúde do trabalhador na região. A observância quanto à dedicação e o compromisso são notórios, e esse encontro demonstra isso, pois nesse espaço de debate podemos analisar onde estamos, quanto ao desenvolvimento desta política tão importante para os trabalhadores e o que precisamos fazer para avançar ainda mais, não só em nosso município, mas onde o Cerest atua”, frisou.

Equipe de Multiprofissionais do Cerest Regional e Estadual. Todos os representantes dos municípios foram unânimes em falar que o Encontro de Gestores é um mecanismo para esclarecimentos sobre o efetivo trabalho do Cerest para a garantia do acesso a Política Pública de Saúde do Trabalho. Além das representações dos seis municípios, estiveram presentes no evento, a diretora da 9ª Regional de Saúde Marcela Tolentino, membro da Comissão Intersetorial em Saúde do Trabalhador, do Conselho Municipal de Saúde de Santarém Everton Firmino, o representante do Hospital Municipal de Santarém Josimar da Silva Ribeiro. (Com informações da Agência Santarém).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *