Em Rurópolis, dupla é presa suspeita de “tocar terror” para colonos deixarem suas terras

As polícias Civil e Militar de Rurópolis, prenderam em flagrante delito Francisco Silva Quincó, conhecido como “Chico Quincó” e Jeovan Porto Barbosa, no âmbito da “Operação Monte Cristo II”, deflagrada na madrugada de quarta-feira (8).

A ação buscou cumprir mandado de busca e apreensão na comunidade Monte Cristo, às margens do Rio Tapajós, zona ribeirinha de Rurópolis, oeste paraense.

Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Delegacia de Rurópolis, a área é de conflito agrário, onde vários moradores ribeirinhos estão sendo vítimas de ameaças e tiveram suas residências alvejadas com disparos de arma de fogo, disparados segundo eles, para intimidá-los a deixar aquela localidade.

Francisco e Jeovan foram autuados por posse/porte ilegal de munições e arma de fogo, ameaça aos colonos e disparo de arma de fogo.

Equipes das polícias civil e militar

A ação foi realizada pelas equipes de policiais civis da Superintendência Regional do Tapajós, sob o comando do delegado superintendente, Vicente Gomes, e do delegado Ariosnaldo Vital Filho, com apoio de policiais militares da 17ª CIPM, sob o comando do capitão Manoel Vieira e do Grupo Tático Operacional de Itaituba (GTO).

RG 15 / O Impacto com informações da PC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *