Policial Civil sofre tentativa de homicídio no bairro Uruará, em Santarém

Um policial civil foi vítima de tentativa de homicídio na tarde deste sábado (25). De acordo com informações, dois indivíduos ainda não identificados, chegaram em uma motocicleta, de cor preta, na residência da vítima, onde efetuaram disparos de arma de fogo. Um dos tiros teria atingido a cabeça da vítima.

O crime ocorreu na rua Uruará, entre Gonçalves Dias e Antonio Simões, bairro Uruará. O investigador Euler Carlos de Sousa Rego foi encaminhado ao Hospital Municipal de Santarém.

Piora do quadro clínico:  Por volta de 17h, o estado de saúde do investigador Euler piorou. Com quadro de convulsão, o mesmo foi encaminhado para UTI, e deverá passar por cirurgia. Logo que deu entrada no Hospital Municipal, por volta de 16h, a vítima estava acordada e consciente. No deslocamento de ambulância para realizar exame de tomografia, um dos irmãos chegou a gravar um vídeo, em que ele aparece dizendo estar bem.

Para o irmão, o agente da polícia judiciária estadual, disse que estava em casa, quando bateram palma. Os criminosos acabaram rendendo quem foi atendê-los, quando os  elementos o viram efetuaram o disparo de arma de fogo. Ele sentiu o impacto do projétil, vindo a desmaiar, acordando somente quando estava a caminho do Hospital.

Matéria em atualização

RG / O Impacto

 

 

 

 

4 comentários em “Policial Civil sofre tentativa de homicídio no bairro Uruará, em Santarém

  • 28 de janeiro de 2020 em 09:24
    Permalink

    Alda, seu comentário infelizmente traduz o que grande parte da mídia joga no lares brasileiros. De raspão, esse raspão foi no rosto não só do Policial, mas de toda a sociedade de bem que ele(Policial) jurou defender com a própria vida.

    Resposta
  • 26 de janeiro de 2020 em 11:56
    Permalink

    Isso aí é graças ao senador dpvat com as suas leis absurdas para beneficiar bandidos como esses aí é ele mesmo

    Resposta
    • 26 de janeiro de 2020 em 14:37
      Permalink

      Alda, querida , de raspão ou não, foi alvo de tiro. TIRO ! Imagine se alguém saca uma arma de fogo pra vc… o que passaria na sua cabeça? Se o filho da mãe atira … ai ai …EU ME DESPIROCAVA TODA . Se a minha tropa não aparecesse imediatamente e ESPONTANEAMENTE pra me socorrer , EU CONVOCARIA todo mundo e quem não aparecesse , quando precisasse de mim ficaria tbm num mato se cachorro , fumado e mal pago .Então, isso , O REVIDE , é potencializado em ações em que vítimas são policiais . Quem atira contra um policial tem tbm que mandar abrir a cova pois toda a corporação se sente (e é!) atingida em cheio . Imagine , Alda, os policiais estão lá trabalhando , muitas vzs, ferrados da vida , e um fumado largar o tiro contra o policial … os caras piram, e o resultado é esse … Concluindo: Santarém está crescendo estupidamente e isso tem o lado ruim , o tráfico de droga avança e isso trás tudo o que não presta . Santarém será terra de gente muito rica , pessoas de bem , gente que vai trazer empresas ,indústrias , mais desenvolvimento , coisa que gerará muitos empregos, renda …nossa cidade será um grande pólo do Norte do Brasil mas o lado péssimo é este … virão pra cá gente perversa, braço de narcotraficantes , membros de quadrilhas especializados em assalto a carros-fortes , Bancos , gente barra-pesadíssima… É fogo mas é assim … O crescimento e desenvolvimento de uma cidade tem o lado bom e o ruim. A vantagem de Santarém é que a grande maioria dos policiais são pessoas de bem . Isso pesa. A gente sabe que em todo setor tem os bons e os péssimos. Exemplo: tem advogado correto ,honrado mas tem tbm os bandidos que estudam , se formam e tiram a carteira da OAB só pra servir o criminosos , fazem parte de quadrilhas ou de gangue rsrs… tem padre , pastor ,freira que são pessoas de Deus mas tem os que usam o título pra cometer crimes ,abusar de crianças e adolescentes, extorquir os fiéis etc ; tem médico que é bom e correto mas tem os que são mercenários, açougueiros. …enfim…. Voltando ao tema da matéria jornalística: Polícia seja civil, militar , federal, rodoviária… se mexer com um , e mesmo que mexer em ninho de caba … É assim desde que o mundo é mundo. Abraço, Alda.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *