Colisão entre carretas deixa uma pessoa morta em Itaituba

Um acidente impressionante envolvendo duas carretas, no km 6 da Rodovia Transamazônica (BR 230), Distrito de Miritituba, em Itaituba, deixou uma vítima fatal. A fatalidade aconteceu por volta das 13h30 deste sábado (7).

De acordo com informações, duas carretas Rodotrem, uma da Transportadora Pedromar e outra da Fazenda Flores, se chocaram e um dos motoristas, que foi identificado como Márcio André Costa, de 47 anos, morreu na hora.

Segundo o sargento Edinelson, do Corpo de Bombeiros, que participou da operação, no momento do acidente Márcio, que dirigia a carreta da Pedromar, seguia sentido Porto de Miritituba, e invadiu a contramão provavelmente para desviar de buracos na via, porém, com o peso da carreta e a velocidadede em que ele estava, não foi possível retornar à sua pista, desse modo, atingiu o último vagão da outra carreta.

A reacão do motorista da carreta atingida, identificado apenas pelo prenome de Wendel, ao tentar evitar a colisão, foi de jogar seu veículo para fora da pista, evitando assim um trágedia maior, uma vez que apenas a parte trazeira da carreta foi atingida. Wendel não teve ferimentos, apenas levou um grande susto com a batida.

Uma equipe da Polícia Militar foi para o local e fez o isolamento da área, o Corpo de Bombeiros também foi acionado para fazer a retirado do corpo do motorista, que ficou preso às ferragens do veículos. O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

O Sargento Edinelson, ainda em entrevista, recomenda que os condutores evitem a pressa e passagens perigosas, e aos caminhoneiros, que procurem estar sempre descansados ao dirigir.

Um outro caminhoneiro, que afirma ter visto o acidente, disse ao Giro que percebeu o momento em que a carreta passou em alta velocidade aparentando estar desgovernada. “Eu ainda chamei o colega no rádio, para informar que uma carreta desgovernada estava passando, mas foi muito rádido. Eu vi o acidente pelo retrovisor.” disse o motorista.

Fonte: Portal Giro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *