Após contato com empresário que testou positivo para COVID-19, trabalhadores do Crepurização apresentam sintomas e se dizem desamparados

A séria denúncia chegou à redação de O Impacto, relata que pacientes com sintomas de coronavírus no Distrito de Crepurização, no município de Itaituba, não estariam recebendo atendimento adequado.

Trabalhadores que tiveram contato com um empresário, que foi diagnosticado positivamente com a COVID-19, estariam em completa situação de abandono. A única determinação é para que fiquem isolados.

“Eles não sabiam que esse povo [empresário e o piloto] estava contaminado e acabaram se contaminando. Passando dois ou três dias desse contato, começaram a passar mal, e até o momento não realizaram qualquer teste ou exame para se diagnosticar a doença”, informou o denunciante.

A preocupação dos trabalhadores e moradores do Crepurização, é que a pandemia atinja um grande número de pessoas, uma vez que estariam largados à própria sorte. Uma situação mais crítica, apontam, é que os sintomas da COVID-19, são muito parecidos com doenças comuns em área de garimpo, como por exemplo, a malária.

“Queremos que as autoridades tomem providências; o negócio está sério e pode sair do controle”, consta na denúncia recebida pelo O Impacto.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, uma trabalhadora que chegou recentemente em Itaituba, vinda de Crepurização, fala da situação. Assista:

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *