Obras de hospitais de campanha começam na terça-feira em Belém, Santarém e Marabá

Em Santarém, o estádio Colosso do Tapajós abrigará a Unidade Hospitalar.

Durante coletiva no início da noite de sábado, 28, o governador do Pará, Hélder Barbalho (MDB), anunciou as novas medidas que o estado irá adotar no combate ao novo coronavírus.

A partir da próxima terça-feira, 31, serão montados os hospitais de campanha para auxiliar os hospitais no tratamento da Covid-19. Ao todo, serão erguidos quatro unidades: em Belém, Santarém, Marabá e Breves.

Em Belém, serão distribuídos 420 leitos, no Hangar, para atender a Região Metropolitana, o nordeste do estado, o Baixo Tocantins e parte do Marajó. Em Santarém, serão 120 leitos voltados para os casos do Baixo Amazonas, Calha Norte, Xingu e Tapajós. Em Marabá, o hospital de campanha também terá 120 leitos atendendo a região de Carajás, sul e sudeste paraense. A outra parte do Marajó será atendida em Breves com 60 leitos. 

“Esses hospitais não serão prontos-socorros. Serão hospitais de baixa complexidade para dá suporte a rede hospitalar. Os hospitais de referência, como o Abelardo Santos, por exemplo, está atendendo um paciente com coronavírus, e esse paciente já está na fase final do ciclo hospitalar. Então, libera o leito no Abelardo Santos e leva o paciente para o hospital de campanha para ele concluir o tratamento. Ou no caso do médico avaliar que o paciente não necessita de UTI, e para ele não ficar em casa, ele vai ficar nesse hospital até que se faça uma nova avaliação do quadro desse paciente”, explicou o governador.

Fonte: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *