Novos equipamentos ampliarão capacidade do Lacen-PA para até 200 testes da Covid-19 por dia

Na manhã de sábado (4), o Governo do Pará recebeu do Ministério da Saúde equipamentos, que vieram direto do Rio de Janeiro, para o Laboratório Central do Estado (Lacen-PA). Eles permitirão agilizar os exames de diagnósticos da Covid-19 em até 200 exames por dia. Dois técnicos, um de Brasília e outro de Belo Horizonte, estão sendo aguardados para montarem o equipamento.

O equipamento recebido é uma Extratora Automatizada de RNA de grande porte e complexidade, que permitirá automatizar uma série de fases do processo de preparação das amostras para a realização dos exames. A extratora dispensa o processamento manual das amostras, atualmente feito de uma por uma, especialmente a extração de RNA do vírus, agilizando o preparo das amostras.

Por meio de uma das suas redes sociais, o governador do Pará, Helder Barbalho, agradeceu ao Ministro da Saúde pelo envio dos novos equipamentos para o Laboratório Central do Estado. “Agradeço ao ministro Luiz Henrique Mandetta em nome dos paraenses. Agora só aguardamos os técnicos credenciados para instalar a extratora automática”, disse.

A automatização do processo de testagem para identificar a Covid-19 encurta significativamente o tempo de processamento e preparo das amostras para a realização da última etapa do processo, que é a leitura do exame – fase que demora em média 1 hora e 40 minutos para ser realizada e dar o resultado para cada 21 amostras em análise.

Com a extratora, a capacidade diária de realização de exames pelo Lacen-PA deverá ser triplicada em relação ao que hoje é capaz de produzir, atingindo mais de 200 exames por dia. Com este equipamento, o Lacen-PA será o primeiro Lacen do Brasil a ter este tipo de equipamento disponível.

Atualmente o exame é feito pelo método de biologia molecular chamado RT-PCR – padrão ouro no diagnóstico de Coronavírus, capaz de identificar a Covid-19 já no início infecção. “Passada a pandemia, a extratora continuará sendo extremamente útil para a qualificação permanente do Lacen, podendo ser utilizada em exames de muitas outras doenças com sarampo, meningites e outras. O equipamento será instalado e testado por representante do fabricante durante os próximos 15 dias e estará em plena operação a partir do dia 20 de abril”, informou o secretário estadual de Saúde Pública, Alberto Beltrame.

Além do equipamento, chegaram ao Lacen-PA kits de uso individual e materiais de consumo relacionados ao trabalho da Extratora. Está prevista para os próximos dias a chegada de mais um equipamento doado pelo Ministério da Saúde, uma Termocicladora – máquina que faz a leitura final do exame. 

“O Lacen-PA e a Sespa estão trabalhando intensivamente para atender a demanda, sendo um dos poucos laboratórios estaduais que não tem demanda reprimida de exames. A partir do início do funcionamento dos novos equipamentos, o que já era bom, ficará ainda melhor e mais rápido”, finalizou o secretário Alberto Beltrame.

Por Agência Pará

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *