Justiça autoriza doação de 2.500 comprimidos apreendidos na BR-316 no PA

A Polícia Civil do Pará oficializou à justiça pedido de doação de cerca de 2.500 comprimidos do medicamento Azitromicina, apreendidos por agentes da Polícia Rodoviária Federal no município de Cachoeira do Piriá, na manhã desta quinta-feira (7). Nesta tarde, o Poder Judiciário deferiu o pedido e determinou a doação dos medicamentos aos órgãos de saúde dos municípios de Cachoeira do Piriá e Santa Luzia do Pará, para que sejam utilizados no tratamento do coronavírus.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal encontraram os comprimidos do remédio em um veículo que seguia pela BR-316 com destino a Capanema. Os policiais verificaram que o medicamento estava em embalagem hospitalar, com venda proibida ao comércio e que não acompanhava qualquer documentação que comprovasse sua procedência. Diante disso, deram voz de prisão aos condutores do veículo e os conduziram até a Delegacia de Cachoeira do Piriá.

Na Delegacia, os acusados foram autuados pelo crime do art. 273, 1º-B, inciso V, do Código Penal, e os comprimidos de Azitromicina que eram transportados irregularmente foram apreendidos.

RG 15 / O Impacto com informações da Agência Brasil

Um comentário em “Justiça autoriza doação de 2.500 comprimidos apreendidos na BR-316 no PA

  • 8 de maio de 2020 em 09:27
    Permalink

    Se fosse rápido assim pra resolver outros problemas, como por exemplo, :: indiciar um político CORRUPTO, que desvia dinheiro público, seria muito BOM,,
    Mas , vamos aguardar após a PANDEMIA para que MUDANCAS pra melhor possam ACONTECER,

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *