Ministério autoriza SUS a usar hidroxicloroquina em casos leves de covid-19

Foi assinado, nesta quarta-feira (20), um novo protocolo para o uso da hidroxicloroquina no enfrentamento ao novo coronavírus, liberando o uso do remédio no Sistema Único de Saúde (SUS) até nos casos leves da covid-19. Até então, o protocolo previa a medicação apenas para casos graves. No entanto, não há comprovação científica de que o medicamento seja eficaz para tratar a doença.

O presidente Jair Bolsonaro já havia indicado que é a favor da mudança no protocolo, por ser defensor da cloroquina no tratamento do coronavírus. O uso do remédio foi motivo de atrito entre Bolsonaro e os últimos dois ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Os dois deixaram o governo no período de um mês.

Mesmo com a mudança, o novo protocolo mantém a necessidade de o paciente autorizar o uso da medicação. O termo de consentimento deve ser assinado pelo paciente, e ressalta que “não existe garantia de resultados positivos”, além de o paciente ficar ciente de que a cloroquina pode causar efeitos colaterais que podem levar à “disfunção grave de órgãos, ao prolongamento da internação, à incapacidade temporária ou permanente, e até ao óbito”.

Fonte: O Liberal

Um comentário em “Ministério autoriza SUS a usar hidroxicloroquina em casos leves de covid-19

  • 20 de maio de 2020 em 16:11
    Permalink

    É óbvio que essa medicação tem que ser aplicada enquanto está no início, leve, senão, depois que agrava, só entubando !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *