Prefeitura inicia entrega dos kits de alimentação escolar para 37 mil alunos da área urbana

Após a conclusão do cronograma de entrega aos alunos de rios e planalto, 37.049 alunos da área urbana de Santarém começam a receber, esta semana, os kits de alimentação escolar distribuídos pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Os primeiros beneficiados são os alunos da Educação Infantil. A distribuição nas Umeis e Cemeis iniciou na terça (26), e segue nesta quarta-feira (27). Mais de 27 mil alunos já foram beneficiados até o momento nas regiões de Rios e Planalto. A entrega obedece à determinação do prefeito Nélio Aguiar e integra as medidas de combate ao avanço do novo coronavírus e seus impactos socioeconômicos em nosso município. O objetivo é garantir alimento aos estudantes mesmo sem as aulas presenciais, haja vista que muitos dependem dessa alimentação diária.

“Nós concluímos a entrega dos kits de alimentação para os nossos alunos ribeirinhos e do planalto. Hoje, iniciamos a entrega aos nossos alunos da área urbana de Santarém. Finalizando as entregas para os 5.251 alunos da Educação Infantil, seguiremos com a distribuição para os demais 31.798 alunos”, afirmou o prefeito de Santarém Nélio Aguiar.

A distribuição dos kits de alimentação escolar é para garantir a merenda aos estudantes da rede pública que estão com as aulas suspensas em virtude da situação de calamidade resultado da pandemia do novo coronavírus. A entrega obedece a etapas e cronogramas organizados pela Prefeitura para evitar aglomerações, em uma medida de prevenção à covid-19.

“Estas entregas seguem o mesmo procedimento das anteriores. Distribuiremos os kits em cada unidade educacional e cada coordenador/diretor fará o contato com os pais e o agendamento de horários e dias para recebimento desses kits nas unidades, evitando assim a aglomeração nas nossas Umeis e Cemeis. É importante reforçar também, que o responsável pelo aluno, após ser contatado pela direção da unidade educacional, leve junto aos seus documentos pessoais, um comprovante de residência e se tiver, um comprovante de matrícula da criança, para que assim justifique a saída de sua residência para o recebimento da alimentação”, explicou a secretária de Educação Mara Belo.

RG 15 / O Impacto com informações da Agência Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *