Covid-19: unidade descentralizada encerra trabalhos na Escola Madre Imaculada e inicia atividades na Escola Fluminense

Visando a ampliação dos atendimentos de pessoas com síndromes gripais, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), transfere os serviços da unidade descentralizada da Escola Madre Imaculada, que iniciou os trabalhos no dia 16 de junho, para a Escola Fluminense, no bairro Santa Clara. Os atendimentos iniciam nesta quarta-feira (15) de segunda a sábado, de 08h às 17h.

De acordo com a secretaria de Saúde, Dayane Lima, a nova localização permitirá o acesso de outras áreas da cidade aos atendimentos.

“Nosso trabalho é voltado para facilitar o acesso aos serviços da Unidade Descentralizada. Já percorremos as grandes áreas, a exemplo da Nova República, Santarenzinho e hoje estamos encerrando os serviços na grande área da Prainha, para levar os atendimentos dos nossos profissionais de saúde para áreas circunvizinhas da área central, mas que, assim como acontece até o momento, todas as pessoas com síndromes gripais, que precisarem de atendimentos, poderão procurar a Unidade da Escola Fluminense que serão bem acolhidas”, ressaltou.

A técnica responsável pelo monitoramento de pessoas com síndromes gripais, enfermeira Irlane Figueira, informou que os testes rápidos serão realizados sempre, após o encerramento do expediente da Unidade Descentralizada da Escola Fluminense, com agendamento das equipes de monitoramento. Segundo ela, a entrega de medicamentos para os pacientes, com prescrição médica nas ações itinerantes, serão realizadas exclusivamente na Escola Fluminense.

RG 15 / O Impacto com informações da Agência Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *