Prefeitura de Santarém recupera estrada que vai fomentar o turismo em Ponta de Pedras

Fomentar o turismo e dinamizar a economia gerando renda e emprego para centenas de famílias de várias comunidades da região do Eixo forte e, principalmente, da vila balneária de Ponta de Pedras. Esses são os principais objetivos da mega operação de recuperação de ramais iniciada nesta semana pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap). Estão sendo realizados os serviços de base e empiçarramento na vicinal que dá acesso à Vila Balneária de Ponta de Pedras na Região do Eixo Forte. Quem passa pelo local já percebe as grandes mudanças. Lá, serão 12 km de ramais recuperados. O trabalho trará mais qualidade de vida aos moradores e comunidades adjacentes, contribuindo para o fortalecimento da agricultura familiar e do turismo.

As obras foram vistoriadas pelo prefeito Nélio Aguiar na manhã deste sábado (18) junto com o secretário municipal de Agricultura e Pesca Bruno Costa e o vereador Silvio Neto.

Segundo o Presidente da Associação de Moradores de Ponta de Pedras, Anivaldo da Silva, além de alavancar o turismo, o trabalho vai trazer mais dignidade aos moradores. “O prefeito Nélio está de parabéns por investir nesse projeto que há décadas clamávamos por melhorias. Sem dúvidas vai melhorar muito o movimento do comércio aqui com o aumento das vendas. Agora, os turistas e os moradores vão poder transitar com segurança” comemorou. 

Neste primeiro momento, está sendo feito a base e sub-base para posteriormente receber piçarra. Porém o empreendimento contempla serviços de terraplenagem, limpeza superficial da área, compactação de aterro, nivelamento e empiçarramento com seis metros de largura. A obra está sendo executada pela empresa S.D. Terraplenagem e Construtora – LTDA, vencedora da licitação. O prazo para a execução é de 120 dias. Na obra estão sendo investidos R$ 657. 443,33.

O secretário de Agricultura e Pesca Bruno Costa afirmou que manter as estradas transitáveis é uma das prioridades da atual gestão. “Estamos trabalhando intensamente a pedido do nosso prefeito Nélio para que todas as estradas estejam em perfeitas condições de uso, já quem tem grande importância econômica, social e ambiental. Levar acesso de qualidade à população da zona rural de Santarém é um compromisso da atual gestão”, contou.

Para o prefeito Nélio Aguiar, o trabalho vai impulsionar principalmente o turismo no município, por conta de ser uma comunidade que apresenta riquezas naturais e localização privilegiada, com vocação turística, além de fortalecer a agricultura familiar. “Estamos investindo em uma obra com qualidade que há tempo não recebia os cuidados que deveria e nos últimos três anos de nossa gestão mudamos essa realidade. Este é um serviço importante para o desenvolvimento da nossa região, para o fomento do nosso turismo, dando acesso à praia de Ponta de Pedras. Seguimos governando para todos”, disse Aguiar.

Contexto histórico

A obra é fruto da articulação política da atual gestão via Ministério da Integração Nacional (MI) através de emenda parlamentar do ex-deputado federal Chapadinha que visa recuperar 40 km de estradas vicinais em algumas comunidades na região da Curuá-Una e Eixo Forte.

Na Curua-Úna, o projeto já beneficiou o anel viário Jacamim/Poço das Antas com 12 km de ramais recuperados. No Eixo Forte, os serviços já tinham iniciados em meados de 2019 na vicinal Pajuçara/Irurama com 59% de trabalhos concluídos. Porém, a obra estava paralisada. Mas, nos próximos dias os serviços no anel também serão retomados com a recuperação de 16 km.

 Ponta de Pedras

Ponta de Pedras é um dos destinos turísticos mais visitados de Santarém. Isso se deve ao local que apresenta uma extensa praia limpa às margens do Rio Tapajós, com poucas ondas, rio calmo, uma praia tranquila, ideal para relaxar e ótima para banho. Os visitantes podem desfrutar ainda dos maravilhosos pratos que são servidos nas pequenas barraquinhas. Em frente ao vilarejo é possível observar rochas negras que aparecem quando as águas do Tapajós estão mais baixas, ou seja no verão amazônico.

A comunidade foi fundada no ano de 1910, é situada a margem direita do Rio Tapajós, localizada a 35 km de Santarém tendo acesso terrestre e fluvial, sendo 23 km de estrada, pela rodovia Everaldo Martins (PA-457), e mais 12 pela estrada de terra. Na comunidade vivem 95 famílias e aproximadamente 352 pessoas. Quase metade delas tem a pesca como a principal fonte de renda através da venda nas barracas. A economia principal da comunidade é movimentada pelo turismo.

RG 15 / O Impacto com informações da Agência Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *