Troca de tiros entre PM’s durante assalto em ônibus deixa um policial morto e outro ferido no PA

O cabo da Polícia Militar Tomás José dos Santos Souza foi morto, na madrugada deste sábado (01), durante uma troca de tiros com outro policial dentro de um ônibus, no município de Moju, nordeste paraense.

De acordo com informações da polícia, após o coletivo ter sofrido uma tentativa de assalto, a vítima teria confundido um policial que reagiu à ação criminosa com um dos assaltantes, disparando contra ele e sendo alvejado no peito.

A polícia informou que o caso ocorreu por volta das 03h30 da madrugada, no interior do transporte intermunicipal Ouro e Prata, com destino a Belém.

Chegando em Moju, dois homens teriam anunciado assalto aos passageiros, momento em que o subcomandante da Companhia de Policiamento Regional I (CPR I), tenente-coronel Wagner, empunhou arma de fogo.

Assim como o tenente-coronel Wagner, o Sargento Brandão, da 16ª Companhia Independente de Polícia Militar (16ª CIPM) também empunhou sua arma de fogo e reagiu ao assalto, entrando em luta corporal com os criminosos, que teriam desistido da ação e corrido do ônibus, que estava em movimento.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, outro policial que estava no ônibus, o cabo Tomás José dos Santos Souza, do Comando de Policiamento Regional VIII (CPR VIII), teria confundido o sargento Brandão com um dos assaltantes e da mesma forma foi confundido, momento em que houve dois disparos de arma de fogo.

Após a troca de tiros, o sargento Brandão foi atingido de raspão na região do abdômen, foi socorrido e está com quadro clínico estável.

Já o cabo Tomás foi atingido no peito e morreu na hora, no interior do ônibus. O Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves de Abaetetuba foi acionado para remoção do corpo e a ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia do município de Moju.

Fonte: O Liberal
Foto: Reprodução Redes Sociais

2 comentários em “Troca de tiros entre PM’s durante assalto em ônibus deixa um policial morto e outro ferido no PA

  • 3 de agosto de 2020 em 00:22
    Permalink

    É triste o ocorrido para anbos, meus sentimentos a família..

    Resposta
  • 1 de agosto de 2020 em 23:06
    Permalink

    Hora de gritar se identificando…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *