Artigo – Foi presa como adulto uma criança de 8 anos com necessidades especiais

Por Oswaldo Bezerra

Um policial não conseguiu colocar algemas em uma criança de 8 anos, presa na escola. As Imagens da câmera corporal do policial, divulgadas na última segunda-feira, a partir de um incidente em dezembro de 2018. A polícia prendeu a criança com todos os procedimentos de uma prisão de adulto. O caso foi parar nos tribunais.

Há uma semelhança em todos os casos de prisão de crianças nos EUA. É que ninguém intervém para dizer: “Psiu, talvez não devêssemos prender crianças por comportamento infantil.” Neste caso, o menino não estava sentado corretamente na hora do almoço, seja lá o que isso signifique.

Um professor achou que era apropriado intervir fisicamente, ao que o menino gritou, “não coloque suas mãos em mim!”, e deu um soco no peito do professor. Ele não se machucou, porque estamos falando de uma criança de oito anos.

Ainda assim, isso foi o suficiente para acionar a polícia que tentou algemar o menino, não conseguiu porque os braços eram muito pequenos. As imagens da câmera corporal, da polícia de Key West, foram divulgadas pelo advogado de direitos civis Ben Crump, que está representando a mãe do menino.

Na última terça-feira, ela entrou com um processo federal, alegando que os policiais usaram força excessiva, e os funcionários da escola não intervieram, e que a cidade e o distrito escolar violaram a Lei dos Americanos com Deficiências. O processo diz que o menino tem necessidades especiais.

Em um comunicado ao Miami Herald na segunda-feira, o chefe de polícia de Key West, Sean T. Brandenburg, disse que seus policiais não fizeram nada de errado e que seguiram os procedimentos operacionais padrão.

A mãe, Bianca N. Digennaro, disse em uma coletiva de imprensa que seu filho foi preso, levado para a prisão, com impressões digitais, amostras de DNA e fotos tiradas naquele dia. Ele foi acusado de agressão criminosa. Sua mãe lutou no tribunal por nove meses até que um promotor, que parece ser o primeiro adulto sensato no caso, rejeitou as acusações.

Tudo isso parece ser um triste exemplo de como, nos EUA, o sistema escolar e policial empurram suas crianças para a deliquência ao tratá-las como tal. Talvez, por isso, seja o país dos tiroteios nas escolas provocados por alunos.

RG 15 / O Impacto

Um comentário em “Artigo – Foi presa como adulto uma criança de 8 anos com necessidades especiais

  • 16 de agosto de 2020 em 09:37
    Permalink

    Já nos países comunistas os casos de violações dos direitos básicos de uma criança não não são levados aos tribunais, por lá a polícia pode tudo e o estado é proprietário dos menores, fazendo absurdos com eles. Exemplo disso foram as fotos de crianças, entre 5 e 8 anos de idade, penduradas pelos braços para que suportem dores e criem resistência, que circularam nas mídias há cerca de 5 anos . Crianças criadas e condicionadas pelas lavagens cerebrais, serão robotizadas para nunca ousarem fugir dos ditames do estado, pois sabem que a tortura e a pena capital são para todas as idades !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *