Casal desaparecido em Altamira é encontrado morto em Goianésia no interior do estado do Pará

Nesta quinta-feira (27) os corpos do casal Nielson Ribeiro e Chen Mei, ele professor da UFPA e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, ela funcionária da State Grid Corporation, empresa de energia da China que atua em Belo Monte, foram encontrados sem vida no interior do seu carro, muito provavelmente vítimas de um capotamento, dada as circunstâncias em que o carro foi achado pelas autoridades locais próximo à Goianésia no sudeste do Pará, trecho entre os municípios de Tucuruí e Tailândia.

O IML já atua na questão de remoção dos corpos, ambos podem ter morrido em decorrência do capotamento, porém, a Polícia Civil investiga o caso.

O caso

O professor Nielson da Paixão Ribeiro e a sua esposa, a auxiliar administrativa de origem chinesa Chen Mei Yin, estão sendo procurados pela família desde o último dia 23, depois de fazerem a travessia do Rio Xingu em uma balsa. O último contato com a família foi feito em um trecho entre Novo Repartimento e Marabá, e desde então, ambos seguem com paradeiro desconhecido.

Segundo Nelma Ribeiro, irmã do professor, Nielson disse que eles estavam em deslocamento para Belém, mas em um trecho da rodovia PA-483, a Alça Viária, os aparelhos celulares ficaram fora de área, e o último rastreamento os localizou, às 10h30 de domingo (23).

O casal está junto há quatro anos, após se conhecerem no Rio de Janeiro, onde chinesa naturalizada brasileira morava desde a infância. Chen Mei trabalha para a State Grid Corporation, empresa de energia da China que atua em Belo Monte e, por isso, o casal tem uma casa em Altamira, mas também possuem residência em Belém, onde Nielson leciona no Instituto de Tecnologia (ITEC) da UFPA. Ele também é coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química.

Os familiares e a Universidade pedem que qualquer informação sobre o casal ou as circunstâncias de seu desaparecimento seja repassada aos números (91) 98212-6069, (93) 99121 5632, e (91) 99275 0780.

Fonte: RG15/O Impacto com informações de O Liberal

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *