Remo e Paysandu jogam partida decisiva neste domingo pelo acesso à Série B

O clássico entre Remo e Paysandu neste domingo (10) no Estádio Olímpico do Pará (EOP), o Mangueirão, pode ser histórico por garantir o ingresso antecipado de um dos dois times à Série B, do Campeonato Brasileiro. Com os resultados das últimas rodadas, os maiores clubes do Pará têm grandes chances de garantir o tão sonhado acesso da competição. O jogo será às 18h, em Belém.

Bicolores e Azulinos conquistaram uma boa colocação no Brasileiro, os dois times têm sete pontos na classificação. Para o crescimento das equipes durante o ano de 2020, os times contaram com o apoio institucional do Governo do Estado, por meio do Banpará, que fortaleceu o futebol paraense, minimizando os problemas financeiros caudados pela pandemia da Covid-19. 

O presidente do Paysandu, Maurício Ettinger, destacou o apoio do Estado em um momento desafiador para o clube. “Em nome de toda a torcida do Paysandu, quero agradecer ao Governo que muito nos ajudou em 2020, sem a ajuda, o Clube não ia ter conseguido chegar onde chegou e nem a jogar a Série C, o auxílio foi fundamental para estarmos nessa fase, pois foi gasto em sua maioria para pagar salários dos jogadores e outra parte foi destinada a construção do CT. Obrigado ao Governo, o Banpará e vamos a frente”, disse o presidente. 

O diretor de Marketing do Remo, Renan Bezerra, também, reconheceu a contribuição providencial do Governo do Pará. “Tivemos muitos prejuízos nesse período e a parceria do Governo serviu para ajustar a iluminação do Baenão, organizar os pagamentos dos funcionários, dando segurança para se chegar neste quadrangular decisivo”. 

No primeiro Re-Pa 2021, a meta é a mesma: vitória sobre o tradicional adversário. Os times buscam ganhar mais três pontos, sendo que o Remo assume a liderança por ter o maior número de gols feitos; e menor de gols contra.

Secretário de Esporte e Lazer, Arlindo Silva assegurou que, “no Mangueirão, foram abordadas todas as medidas sanitárias para garantir a segurança de todas as pessoas envolvidas no evento tais como o controle mais rigoroso nos acessos à áreas como gramado e vestiário, por exemplo”.

Os jogos seguem sem a presença das torcidas, mas com o suporte de várias instituições para garantir a organização e execução. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) garantiu um trio da Fifa para o clássico Re-Pa. Serão Wilton Pereira Sampaio no comando, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires, todos de Goiás.

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *