Acusado de estupro tenta resistir à prisão, ataca policial e é morto em Óbidos

Um homem morreu, nesta quinta-feira (28), ao resistir à prisão e tentar atacar com um terçado uma policial militar no município de Óbidos, no oeste do Pará. O caso ocorreu durante operação para o cumprimento de prisão preventiva contra três homens acusados de estupro de vulnerável.

Segundo a Polícia Militar de Santarém, três equipes de policiais civis e militares seguiram, no início da manhã, para o cumprimento das prisões. Em um dos endereços, um homem reagiu à abordagem policial e resistiu à ordem de prisão. Transtornado, o acusado teria partido para cima de uma policial militar em posse de um terçado.

A guarnição reagiu e o homem foi atingido com dois disparos de arma de fogo: um deles atingiu o abdômen e outro uma das pernas. O suspeito chegou a ser socorrido pelos militares, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O crime

O caso ocorreu durante uma operação integrada das polícias Civil e Militar para o cumprimento de prisão preventiva de três homens, acusados de estupro de vulnerável. Os acusados, que não tiveram a identidade informada para preservar a vítima, seriam familiares da garota de 12 anos. A suspeita é que a menina vinha sendo abusada desde os sete anos de idade.

Dois homens foram detidos e encaminhados para o Sistema Penitenciário, onde ficarão à disposição da Justiça. O terceiro homem morreu na comunidade de Ipaupixuna, no interior do município.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *