PM encontra pessoas em situação análoga à escravidão em plantação de maconha no Pará

A Polícia Militar do Pará localizou, na manhã de quinta-feira (4), um plantio de maconha, no município de Tailândia, nordeste do Estado. Além da plantação, no local foram, encontradas quatro pessoas em aparente situação de trabalho análogo ao de escravo. No local, cerca de 143 tabletes de maconha prensada e quase dez sacas do entorpecente, que somam 243 quilos, foram apreendidas na ação.

A apreensão foi realizada por agentes que integram a 6ª Companhia Independente de Polícia Militar (6ª CIPM), que chegaram até o local da plantação após abordarem um homem na noite da quarta-feira (3) e encontrarem com ele uma expressiva quantidade de maconha. Ao ser questionado, o homem revelou o local onde havia adquirido o entorpecente.

Munidos das informações, os policiais então se dividiram em duas guarnições e se dirigiram até o endereço fornecido pelo suspeito. Lá, os agentes se depararam com a plantação de maconha, o estoque do entorpecente e quatro pessoas em aparente situação de trabalho análogo ao de escravo. Em depoimento, o grupo afirmou ter sido atraído pela proposta de trabalho em uma plantação de milho e soja.

O material foi apreendido pela Polícia e os quatro supostos trabalhadores resgatados foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil para prestarem esclarecimentos. O homem responsável pela plantação foi preso em flagrante e está à disposição da justiça.

RG 15 / O Impacto com informações da PM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *