Mesmo com a pandemia, salário de vereadores é reajustado e chega a R$ 12,6 mil em Itaituba

Um assunto que vem dominando as redes sociais dos itaitubenses nos últimos dias e gerando indignação por parte da população, é quanto ao aumento salarial dos vereadores do município em plena pandemia. O salário dos vereadores aumentou em R$ 2,6 mil. (Veja os valores no documento em anexo)

Até dezembro de 2020, o vereadores recebiam um salário de R$ 10,1 mil. Mas, desde 1º de janeiro de 2020 o vencimento das parlamentares está sendo de R$ 12.660,00, conforme mostra um documento assinado pela mesa diretora que estava à frente da Câmara de vereadores no biênio 2019/20. O arquivo é datado em 03 de novembro de 2020.

Na época, o documento foi assinado pelos vereadores:

  • Daniel Martins dos Santos (Presidente em Exercício) –
  • Raimison Antonio de Abreu Santos (1° Secretário);
  • Emanoel do Livramento Pires Junior (2° Secretário);
  • José Belloni Nunes (3° Secretário)

Documento assinado pela mesa diretora da época. (Foto: Reprodução)

Com esse aumento, os contribuintes devem desembolsar R$ 1,72 milhão a mais, pelos 4 anos de mandato dos 14 parlamentares. Ao todo, cada vereador eleito receberá R$ 600 mil reais durante o mandato. Somados, esse valor ultrapassa a casa dos R$ 8,5 milhões.

O Portal Giro teve acesso ao documento, o qual apresenta que aumento será válido para os mandatos que começaram a partir do dia 1º de janeiro de 2021 e se estendem até dezembro de 2024.

O documento, que já está valendo, também prevê que, no recesso parlamentar, os subsídios serão pagos de forma integral aos vereadores. Outro ponto [e que os vereadores não vão ser prejudicados no pagamento dos subsídios em caso de não realização de sessão por falta de quórum ou por ausência de matéria a ser votada.

Contraponto

O Portal Giro tentou contato com os vereadores da legislatura passada e também com os atuais que se reelegeram. O ex-vereador, agora secretário de Administração, Diego Mota, informou que de fato houve o aumento no subsídio dos vereadores , mas não soube informar como ocorreu os tramite para esse reajuste.

Já o vereador David Salomão, que não se reelegeu, mas fazia parte da Câmara de vereadores até dezembro de 2020, informou que “o aumento se deu por ato isolado da mesa diretora, ou seja, não foi ao plenário para votação, portando os demais vereadores não tiveram conhecimento da nova fixação do subsídio, pelo menos eu não tinha”.

Outros vereadores como o Enfermeiro Raimison, Manoel Dentista e Dirceu Biolchi não responderam os questionamentos. O Giro aguarda o posicionamento dos demais vereadores que exerciam a função na época da aprovação do aumento.

Criação de um abaixo-assinado

Para reagir imediatamente e cobrar dos novos parlamentarem a redução do salário de vereadores , os moradores criaram um abaixo-assinado na internet.

“É inacreditável que em plena pandemia de COVID-19, com vários desempregados, com várias empresas tendo que fechar as portas devido às medidas adotadas pelos gestores Estaduais e Municipais, com vários profissionais autônomos impedidos de trabalhar, os vereadores ainda assim tenham a coragem de aumentar seus salários”, diz trecho do abaixo-assinado.

Inicialmente a petição pede assinatura de 500 moradores, mas esse número pode aumentar a depender a adesão da população.

Fonte: Portal Giro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *