Jovem é morta a facadas após receber mensagem ameaçadora de ex

Luana Demonier, de 25 anos, foi morta a facadas quando voltava para casa. A técnica de segurança do trabalho recebeu, pouco antes do ataque, uma mensagem do ex-namorado dizendo que iria matá-la. O crime aconteceu em Cariacica (ES).

O suspeito, Rodrigo Pires Rosa, é o principal suspeito do feminicídio. Ele se entregou nesta última quarta-feira (10) no início da tarde na Delegacia da Praia do Canto, na capital Vitória.

A perícia encontrou 19 perfurações no corpo de Luana. Rodrigo foi preso em flagrante e autuado por homicídio duplamente qualificado: por impossibilidade de defesa da vítima e por feminicídio.

Pai de Luana, o microempresário Adilson Nunes, se diz aliviado pela prisão do suspeito: “Fico mais confortável de ele estar preso. Espero agora que a Justiça funcione. O que ele fez com minha filha não se pode fazer com a vida de outra pessoa”.

Luana tinha uma medida protetiva contra o ex. De acordo com a Polícia Militar, a família relatou que a jovem era ameaçada pelo ex e que era impedido de se aproximar dela, mas que a medida recorrentemente era descumprida.

Luana teve um relacionamento de aproximadamente um ano com o suspeito. Eles tiveram uma filha em 2020, mas o bebê morreu aos cinco meses, após uma parada cardiorrespiratória.

O caso está sob investigação da DHPM (Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher). A Polícia Civil informou que o suspeito é investigado desde 2015.

“Ele responde a oito inquéritos policiais instaurados nesta unidade, por crimes relacionados a violência doméstica. Em 30 de julho de 2020 ele foi preso em flagrante pelo crime de ameaça e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana, tendo recebido liberdade em 3 de setembro de 2020”, informou a PC, por meio de nota.

O homem “era um dos alvos da Operação Maria’s, realizada em dezembro de 2020, e não foi localizado na ocasião. Em janeiro, novas diligências foram realizadas, mas ele não foi encontrado. Após tomar conhecimento da ordem de prisão, o investigado passou a viver em condição de andarilho, sem endereço fixo, o que dificulta sua localização”, continua o texto.

A delegada Rafaella Aguiar, da DHPM, afirmou que Rodrigo, em depoimento, disse não lembrar o que aconteceu após desferir a primeira facada na ex. Para a delegada, o crime foi premeditado.

“Ele pegou a faca depois do almoço e entrou no mesmo ônibus da vítima. Ele já sabia a rotina [dela], então acredito que premeditou. Até porque não teve uma discussão para ele ter agido por raiva do momento”, afirmou a titular da delegacia.

Fonte: O Liberal

Um comentário em “Jovem é morta a facadas após receber mensagem ameaçadora de ex

  • 11 de fevereiro de 2021 em 17:34
    Permalink

    O pai dela foi relaxado com a segurança da filha, pois assim que o vagabundo ameaçou matar a infeliz, ele deveria ter tomado providências contra o bandido !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *