Artigo – Em terra de Exército de Brancaleone, Lisca Doido deveria ser o Rei

Por Oswaldo Bezerra

O Incrível Exército de Brancaleone é um filme que se tornou Cult e fez muito sucesso. Foi lançado em 1966. É considerado o clássico da cinematografia italiana. Representa a vida na época medieval por meio de elementos satíricos. Recebeu os prêmios de melhor fotografia, de melhor figurino e de melhor trilha sonora. Também é utilizado hoje, em aulas de História, para conhecimento da era medieval.

A filme conta como 3 ladrões que roubaram documentos de um cavaleiro, que estava morrendo, após um conflito formaram um exército. O documento dava posse de uma inteira cidade e suas riquezas a um cavaleiro, desde que esse levasse até a cidade um exército.

Os três ladrões eram um idoso, um adolescente espertalhão e um homem obeso. Eles acabaram se associando a um cavaleiro fracassado com mania de grandeza. Depois os quatro se juntaram a um príncipe tão vagabundo que havia sido deserdado pelo pai.

Os 5 formaram o Exército de Brancaleone. Em seu caminho para tomar posse da cidade prometida passaram por muitas aventuras, até mesmo enfrentaram uma pandemia. Ao chegar à cidade descobriram que deveriam defendê-la do ataque dos sarracenos. Era uma furada, mas sobreviveriam?

Quando o General Pazuello, que se dizia especialista em logística, confunde Amazonas com Amapá comecei a imaginar que estamos sendo governados por um Exército de Brancaleone e seus planos mirabolantes como no vídeo abaixo.

Como nosso governo, o Exército de Brancaleone enfrentou uma pandemia. Ao invés da Ciência foram atrás de crendices. Como nosso país atrás de vencer a pandemia com cloroquina e cruas através do feijãozinho do pastor Valdomiro. No campo econômico o Exército de Brancaleone acabou na bancarrota. Nosso governo conseguiu até tirar o Brasil do grupo dos dez países mais ricos do mundo.

Nosso Ministro do Meio Ambiente, já considerado o pior da história, entre queimadas e derramamento de petróleo culpou a Venezuela e os índios. Em Santarém culparam até uma brigada que combate a incêndio na floresta amazônica por incêndio na floresta. As ações de Salles ajudaram a destruir a imagem das empresas brasileiras no exterior, sanções comerciais estão por vir.

Nas relações internacionais, nosso chanceler foi condecorado por uma revista norte-americana como o pior Diplomata do mundo. Ernesto Araújo pra completar a dose vive arrumando confusão com os nossos primeiro e segundo maiores parceiros comerciais (China e EUA). Além disso, fez o Brasil se tornar país pária na Europa.

Nosso ministro da saúde conseguiu fazer do Brasil o maior motivo de preocupação internacional em relação à pandemia. O maior jornal dos EUA o New York Time diz que o Brasil, de Pazuello e Bolsonaro, hoje representa um perigo para o mundo inteiro.

Nosso presidente tem o dom das palavras erradas na hora errada. Tudo é lícito, mas nem tudo me convém. Bolsonaro não deve ter lido a Bíblia para conhecer este ensinamento. Não convém ao presidente da república, em um dia em que morrem mais de 1940 pessoas, dizer que o brasileiro está com “frescura e mimimi”. Pior de tudo, deu gargalhada ao falar das mortes por depressão.

A pessoa mais conhecida no Brasil por frases contundentes é o carismático técnico de futebol conhecido como Lisca Doido. Lisca deu uma entrevista, recentemente, em uma emissora de TV que nos fez pensar. Lisca Doido seria muito melhor presidente que o presidente expulso do Exército. A frase dele está no vídeo abaixo.

As trapalhadas governamentais são tão grandes que se compara ao Exército de Brancaleone. O Exército inseriu nos escalões do governo mais de 11 mil militares. A atuação destes é tão ruim que nos vem preocupação se eles estão mesmos preparados para a defesa nacional. Também nos faz pensar que em terra governada pelo “Exército de Brancaleone” o Lisca Doido deveria ser o rei.

RG 15 / O Impacto

Um comentário em “Artigo – Em terra de Exército de Brancaleone, Lisca Doido deveria ser o Rei

  • 6 de março de 2021 em 18:22
    Permalink

    O Presidente ideal para o comunista é aquele que mente para o povo, nada cumpre do que prometeu, monta quadrilha para assaltar os cofres do Brasil, toma de assalto as estatais, mobilia com cumpañeros, param de ser lucrativas (Petrobras, correios, CEF, etc), pois roubam tudo, roubam os fundos de pensão, implementam a lavagem cerebral dos estudantes, tornando-os zumbis cumpridores de atos de vandalismo, perturbando os demais brasileiros e tocando o terror. Quem foge desse padrão, como o Presidente Bolsonaro, que não rouba, nem deixa roubar, ergue obras e onde pisa é aplaudido pelo povo, é execrado, taxado de genocida, misógino, racista, ditador, incompetente, etc, etc, etc ! Mas o que desejam mesmo é retornar ao poder e tentar transformar o Brasil numa Venezuela, onde os comunistas não conseguem fornecer, sequer, papel higiênico para o povo, além de tornar as forças armadas piores que brancaleônicas, são formadoras do maior cartel de drogas da América do Sul, o El Sol ! Chorem vermelhos, em 22 Bolsonaro com 70 % dos votos !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *