MPF pede que TCU troque Bolsonaro por Mourão na gestão da Covid

O subprocurador-geral do Ministério Público Federal (MPF), Lucas Furtado, pediu na sexta-feira (19/3) que o Tribunal de Contas da União (TCU) afaste o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) das funções administrativas e hierárquicas, no âmbito da crise sanitária da Covid-19, dos ministérios da Saúde, da Economia e da Casa Civil.

MP também quer que o tribunal reconheça “a legitimidade, a competência administrativa e a autoridade” do vice-presidente Hamilton Mourão para escolher autoridades responsáveis pelos ministérios. Não há prazo para o pedido ser analisado.

“Determinar cautelarmente o afastamento do presidente da República das funções e competências administrativas e hierárquicas relacionadas ao comando dos Ministérios da Saúde, da Fazenda, da Casa Civil e de outros eventualmente identificados como responsáveis pela inércia e omissão na execução das políticas públicas de saúde no combate à pandemia da Covid-19”, diz trecho em que o procurador pede o afastamento de Bolsonaro.

No documento, Furtado argumenta que, na hipótese do pedido não ser atendido, haverá prejuízos aos cofres públicos, uma vez que não haverá atendimento à população.

“Não se discute que toda estrutura federal de atendimento à saúde, com recursos financeiros, patrimoniais e humanos, terá representado inquestionável prejuízo ao erário se não cumprirem sua função de atender à população no momento de maior e mais flagrante necessidade. É inaceitável que toda essa estrutura se mantenha, em razão de disputas e caprichos políticos, inerte diante do padecimento da população em consequência de fatores previsíveis e evitáveis”, argumentou.

O pedido do MP é feito em meio a críticas sobre como governo tem conduzido a pandemia, que já ultrapassou 290 mil óbitos no país.

Fonte: Metrópoles

4 comentários em “MPF pede que TCU troque Bolsonaro por Mourão na gestão da Covid

  • 21 de março de 2021 em 06:03
    Permalink

    Com os PT$ no Governo, nunca o MPF cogitou trocar o Presidente pelo vice, embora as falcatruas com empreiteiras e as roubalheiras nas estatais fossem gritantes !

    Resposta
  • 20 de março de 2021 em 18:52
    Permalink

    Exatamente. Um pedido sem fundamento jurídico.

    Resposta
  • 20 de março de 2021 em 14:09
    Permalink

    Que blá, blá, blá mais ideológico, típico de quem não se conforma que haja um democrata no poder, que aliás não rouba nem deixa roubar, mas que não pode impedir que governadores e prefeitos desonestos metam as mãos na grana, mui gorda, enviada pelo Governo Federal, pois contam com as bênçãos do STF ! Lucas Furtado, VSª deveria estar preocupado é em apurar o desvio dessa verba pública, com gestores livres de licitações, raposas no galinheiro cuidando das galinhas !!!

    Resposta
    • 20 de março de 2021 em 18:59
      Permalink

      Toda a família envolvida em crime de peculato e o abestado vem falar que não rouba….kkkkkkkkkk

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *