Promotor recomenda ‘lockdown parcial’ em Itaituba

O Ministério Público do Pará (MPPA) enviou na sexta-feira (19) ao Poder Judiciário, uma recomendação para que haja “lockdown parcial” no município de Itaituba, sudoeste do Pará. A recomendação ocorreu com base em estudo técnico e dados do Hospital Regional do Tapajós (HRT) e Secretaria Municipal de Saúde(Semsa), sobre o aumento significativo de infecção e óbitos na cidade de Itaituba, que nas últimas semanas têm alcançando cerca de 80% a 90% de ocupação dos leitos.

Na última quarta-feira (17), ocorreu uma reunião entre o promotor Drº Ítalo Costa Dias e representantes das entidades da sociedade civil organizada e órgãos de saúde, na qual foram destacadas o atual quadro pandêmico do município. E coube ao Ministério Público (MP) analisar as informações e decidir sobre as medidas a serem adotadas e solicitadas para frear a doença em Itaituba.

Desta forma, o órgão, por meio do Promotor Ítalo, solicitou a concessão de medidas restritivas como o ‘lockdown parcial’, com a restrição de circulação de pessoas das 21h de sexta-feira até as 06h de segunda-feira, durante 30 dias. Tudo com a finalidade de diminuir a curva de óbitos na cidade.

O Promotor informou, que ainda não é uma decisão. A partir de agora, o juiz Jacob Arnaldo fará a análise do documento e, provavelmente, no início da semana que vem haverá uma decisão judicial. Se acatado a recomendação pela justiça, a medida parrará a vale a partir do dia 26 de março. “Caso não tenha solução (o lockdown parcial) será apresentada um lockdown total”, informou Ítalo Costa Dias.

Casos registrados

A cidade de Itaituba soma 8.950 casos confirmados, 7.709 curados e 214 óbitos pelo novo coronavírus, conforme o último boletim epidemiológico. Foram 228 mortes registradas em apenas 8 dias no município. Na quinta-feira (18), a cidade registrou 10 vidas perdidas em um dia, o maior até o momento.

Fonte: Portal Giro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *