Artigo – Sputnik V é a única vacina que não registra efeitos adversos graves, confirmou o Ministério da Saúde do México

Por Oswaldo Bezerra

A vacina Sputnik V tem uma vantagem de segurança sobre outras drogas contra o coronavírus, reafirmaram os desenvolvedores da vacina russa após a publicação de dados sobre o programa de vacinação no México.

O Ministério da Saúde mexicano publicou dados de seu programa de vacinação mostrando que a Sputnik V é a única vacina que não registra efeitos adversos graves. A tabela a seguir mostra outra confirmação independente da vantagem de segurança da Sputnik V sobre outras vacinas.

O Governo mexicano referiu, em relatório apresentado no domingo, 21 de março, que a vacina Sputnik V apresentou apenas 93 casos adversos, contra 11.696 da Pfizer, 416 da AstraZeneca e 98 da Sinovac. Você pode acessar o estudo completo do Ministério da Saúde do México clicando aqui.

Apesar da segurança da vacina o governo brasileiro ainda não aprovou seu uso no Brasil. Provavelmente, a dificuldade está relacionada ao comprometimento do governo brasileiro, ao então presidente Trump, de não utilizar esta vacina.

O médico infectologista Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Medicina Infecciosa dos EUA, afirmou que a Sputnik V é vacina foi “bastante eficaz” . A razão da proibição dos americanos da não utilização do Brasil é, segundo o Annual Report 2020 dos EUA, para evitar influência russa no Brasil.

RG 15 / O Impacto

Um comentário em “Artigo – Sputnik V é a única vacina que não registra efeitos adversos graves, confirmou o Ministério da Saúde do México

  • 25 de março de 2021 em 01:18
    Permalink

    KKKKKKKKKK…que papo furado desse comunista ! Não utilizamos a vacina russa porque o Trump não quer e porque “”tememos a influência russa””, ridículo !!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *